Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Segundo Sol
Novela O Tempo Não Para
Novela Orgulho e Paixão
Malhação - Vidas Brasileiras
As Aventuras de Poliana
Novela Jesus
Série Lia
Novela O Sétimo Guardião
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

'A Regra do Jogo': Pai da facção, Gibson manda matar Orlando. 'Está decidido'

Compartilhe no Facebook
Empresário convoca Romero e Zé Maria antes de tomar decisão

A novela "A Regra do Jogo" terá uma virada no capítulo 100, previsto para ser exibido no próximo dia 24, com novas revelações e a morte de Orlando (Eduardo Moscovis). E quem vai ordenar a execução é o próprio sogro do executivo, Gibson (José de Abreu), que é o Pai da facção na trama das nove da TV Globo. As informações são da coluna "Telinha", do jornal "Extra".

Neto de Gibson, Dante (Marco Pigossi) corre perigo depois de investigar a verdadeira identidade de Orlando e desmascará-lo. Sabendo disso e temendo ser descoberto pela polícia, o todo poderoso decide eliminar o membro da facção, mas antes pede a opinião de Zé Maria (Tony Ramos) e Romero (Alexandre Nero), que a esta altura já terá descoberto a identidade do Pai e o chantageado. Quando Zé questiona a ausência de Orlando na reunião, Gibson responde:

"Eu não chamei ele de propósito, Zé. O Orlando tá acabado. O Dante tá na cola dele, e a minha família não quer ver ele nem pintado de ouro. Mas eu não quero tomar nenhuma decisão de cabeça quente e por isso eu vim conversar com vocês. O que vocês acham que eu devo fazer com ele?". "Bom, doutor Gibson, eu acredito que eu já disse pro senhor tudo o que eu penso sobre o Orlando", responde o pai de Juliano (Cauã Reymond).

Já Romero alerta que, a essa altura, já não é possível impedir que a polícia avance com as investigações sobre o marido de Lara (Carolina Dieckmann). "O Dante tá fazendo disso uma cruzada pessoal. Eu já fiz o que eu pude pra despistar o menino, mas de agora em diante vai ficar cada vez mais difícil", avisa. "Pela primeira vez, sou obrigado a concordar com o Romero. O Orlando fora de controle é uma ameaça pra todos nós. Ninguém garante que ele não vai abrir o bico", diz Zé Maria. "Eu sei disso. Agora a gente não pode mais se arriscar. Então, tá todo mundo de acordo?", pergunta Gibson.

Gibson sentencia morte de Orlando: 'Vitória na guerra'

Os três se encaram por um momento, mas ninguém se pronuncia. "Está decidido, então. O Orlando vai morrer", determina Gibson. "Se o senhor decidiu tá decidido, doutor Gibson. O Orlando é um homem morto. O senhor quer que eu mesmo faça o serviço?", quer saber o novo Tio da facção.

"O Orlando tá surtando, tá acuado, já, já ele vai meter os pés pelas mãos. Ele não pode desconfiar de nada ou ele foge", adverte Gibson. "Ou pior. Ele entrega a facção e a verdadeira identidade do Pai", opina Romero. Zé Maria não acredita que ele seria capaz. "Faria sim. Mas confiem em mim, essa história toda ainda vai ser muito boa pra todos nós. Agora eu tenho que ir ver como tá tudo lá em casa. Eu entro em contato. Vitória na guerra!", encerrá Gibson antes de ir embora.

(Por Caroline Moliari)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.