Eva Wilma, internada em UTI com embolia pulmonar, tranquiliza fãs: 'Estou bem'

Compartilhe no Facebook
A atriz usou as redes sociais nesta terça (29) para posicionar-se sobre sua internação

Intérprete de personagens icônicos da TV brasileira como a vilã Altiva de "A Indomada", Eva Wilma, de 82 anos, surpreendeu os fãs com a notícia, nesta terça (29), de que estava internada na UTI do Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Para tranquilizar os fãs, ela usou as redes sociais. "Senti um desconforto respiratório na ultima quinta feira, 24. No dia seguinte vim ao Hospital Albert Einstein para exames, quando fui diagnosticada com uma leve embolia pulmonar. Fui encaminhada à UTI para os procedimentos e tive uma rápida resposta positiva às medicações, sem a necessidade de nenhum procedimento invasivo", escreveu a premiada atriz em postagem no Facebook.

Em seguida, a artista, com mais de 60 anos de carreira, falou sobre sua rotina no hospital, no qual Cláudia Rodrigues realizou recentemente um transplante de células-tronco . "Estou bem, me recuperando tranquilamente, assistindo TV, lendo e principalmente, descansando. Para minha melhora, preciso ficar quietinha e ter privacidade. Conto com o carinho e orações de sempre de todos vocês! Não se preocupem. Estou me sentindo muito bem, ao lado de meus familiares, muito bem tratada pela excelente equipe de profissionais do Einstein e pelo meu médico Dr. Roberto Zeballos. Já já estarei de volta!", garantiu Eva Wilma, que destacou-se em "Verdades Secretas" como Fábia, a mãe de Anthony (Reynaldo Gianecchini).

Em entrevista à revista "Caras", John Herbert Jr, filho da atriz com o ator John Herbert, afirmou que as suspeitas são de que o uso de anti-inflamatórios seja a causa da embolia. "A gente ainda não sabe. Os médicos procuram tratar e depois vão pesquisar a causa. Uma das possibilidades seria essa, mas o importante é que foi tranquilo, ela respondeu bem ao tratamento. Está consciente e tranquila", afirmou.

(Por Marilise Gomes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Comentários