Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela O Sétimo Guardião
Novela O Tempo Não Para
Novela Espelho da Vida
Malhação - Vidas Brasileiras
As Aventuras de Poliana
Resumo de novelas
Novela Jesus
Novela Verão 90
Novela Órfãos da Terra
TV
Domingão do Faustão
BBB19
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Jorge Vercillo concorre com álbum no Grammy Latino: 'Indicação é prêmio'

Jorge Vercillo foi indicado ao Grammy Latino 2013 na categoria Melhor Álbum de MPB, com o CD 'Luar De Sol - Ao Vivo No Ceará', de 2013
9 fotos
Iniciar o slideshow

Jorge Vercillo é um dos representantes do Brasil no Grammy Latino, que acontece no dia 21 de novembro, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O cantor concorre na categoria Melhor Álbum de MPB, com o CD "Luar De Sol - Ao Vivo No Ceará", de 2013. Ele concorre com Gilberto Gil, Edu Lobo e Maria Rita.

Veja também

"Fiquei muito feliz, porque, pra mim, ser indicado já é um prêmio. A arte é uma grande obra da humanidade. O artista se sente homenageado com a indicação a um prêmio como o Grammy. Já ganhei vários prêmios que eu não imaginava ganhar. Então, ganhar a estatueta é sorte, mas a indicação é merecimento", comentou Jorge Vercillo, em entrevista ao Purepeople.

Esta é a quinta vez que o cantor é indicado ao Grammy Latino. Em 2010, o brasileiro foi indicado a duas categorias: Melhor Música de MPB com "Há de Ser" e Melhor CD de MPB com "DNA". Em 2009, "Trem da Minha Vida" concorreu como "Melhor DVD de MPB". Em 2007, Jorge Vercillo foi indicado na categoria Melhor Música com "Ela Une Todas as Coisas".

Após seis anos da primeira vez, o cantor conta que se sente mais maduro hoje. "A gente sempre muda de uma época para a outra. A gente vai evoluindo, amadurecendo. Assim como 'Trem da Minha Vida', 'Luar de Sol' é um álbum mais sofisticado. Posso dizer que é um dos mais conceituais da minha carreira. Este disco é fruto de uma busca por conceituar meu trabalho cada vez mais", comenta.

A música "Face de Narciso", que integra o álbum indicado ao Grammy, integrou a trilha sonora de "Flor do Caribe", sendo tema do vilão Alberto (Igor Rickli). Mesmo com exposição na mídia, Vercillo não credita a indicação à trama, mas confessa que se sente privilegiado com a constante escolha de suas canções para tema de personagens.

"Tenho muita sorte de minhas músicas que vão para as novelas serem as mais herméticas e intimistas. Com essa divulgação na televisão, as canções se tornam mais populares. Acredito que por elas terem um aparecimento maior eu sou indicado com certa frequência ao Grammy Latino", comenta o cantor.

Jorge Vercillo esteve presente em Brasília no começo de julho ao lado de vários artistas para apoiar a aprovação da lei de direitos autorais, que propunha mudanças no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição. O projeto foi aprovado e agora os compositores ganham 75% do valor, que em breve subirá para 85%. Para o cantor, a aprovação da lei é uma vitória para a classe.

"Eu acredito que toda propriedade intelectual é a prova de que somos criativos. O que separa o ser humano dos animais? O raciocínio. Então a composição é um bem, um patrimônio. O músico precisa ser respeitado e bem remunerado", afirmou Jorge Vercillo, que agora está envolvido em outra causa: PEC da Música.

A Proposta de Emenda Constitucional 123, de 2011, tem como objetivo cortar impostos em cima dos discos, o que vai baratear o valor, proporcionando uma competição com a pirataria. A PEC foi aprovada pelo Senado na última terça-feira (24) e entra em vigor no dia 1° de outubro. Porém, segundo o músico, a luta não foi fácil. "Eu e os outros artistas que fomos a Brasília fomos recebidos com certa hostilidade pelos empresários da indústria fonográfica, o que é um absurdo. O Brasil é um dos países onde o disco é mais caro no mundo e aqui é um dos poucos onde não há fiscalização", comenta Vercillo. "É um contrassenso a música ter que pagar um imposto tão alto", afirma.

(Por Laís Fernandes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.