Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Segundo Sol
Novela O Tempo Não Para
Novela Orgulho e Paixão
Malhação - Vidas Brasileiras
As Aventuras de Poliana
Novela Jesus
Série Lia
Novela O Sétimo Guardião
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

'Segundo Sol': Galdino é assassinado por Laureta ao confessar traição: 'Inútil!'

Compartilhe no Facebook
Galdino (Narcival Rubens) é assassinado por Laureta (Adriana Esteves) ao revelar traição nos próximos capítulos da novela 'Segundo Sol': 'Inútil!'
9 fotos
Iniciar o slideshow
Galdino (Narcival Rubens) é assassinado por Laureta (Adriana Esteves) ao revelar traição nos próximos capítulos da novela 'Segundo Sol': 'Inútil!'
Ao concluir que o seu antigo aliado se juntou a Luzia (Giovanna Antonelli), a cafetina tenta dopar Galdino (Narcival Rubens), mas não consegue. Em discussão, Laureta (Adriana Esteves) revela que ele a abusou sexualmente dela na juventude. O ex-torturador avança nela com uma navalha e a ameaça ao imobilizá-la: 'Morre, vaca!'. Mas Rosa (Leticia Colin) chega e o atinge com um abajur. 'Isso é por tudo que você fez comigo, a vida inteira', diz Laureta antes de matar o ex-comparsa

A traição a Laureta (Adriana Esteves) vai custar caro a Galdino (Narcival Rubens) na novela "Segundo Sol". O capanga será assassinado pela vilã nos próximos capítulos da trama das nove quando a vilã conclui que o antigo aliado se aliou a Luzia (Giovanna Antonelli), sua maior inimiga, cumprindo, dessa forma, a promessa que fez. "Você não tem alma, nem um ser humano você é, nunca foi, não passa de um rato de esgoto, sem caráter, sujo, perverso, inútil. Eu odeio você, seu calhorda, covarde", esbraveja Laureta em cenas que irão ao ar a partir do dia 1º de outubro, antecipa o colunista de TV Daniel Castro nesta terça-feira (11).

Laureta tenta envenenar Galdino

Será o ex-torturador de Nestor (Francisco Cuoco), pai de Laureta, um dos responsáveis pela prisão da megera sob acusação de tráfico de drogas quando conseguir colocar Karola (Deborah Secco) contra Laureta. Depois de ficar um curto tempo atrás das grades e deixar Rosa (Letícia Colin) em cárcere privado achando ser ela a culpada pela sua detenção, a cafetina faz as pazes com a mãe de criação de Valentim (Danilo Mesquita) e prepara outra armadilha para capturar Luzia, mas seu plano não dá certo. Em seguida, Laureta chama Galdino para ir em sua casa. Ao lhe oferecer um drinque, o traidor nota que será vítima de armação, simula ingerir a bebida, porém descarta a bebida sem ser notado. "Eu sei que eu tenho um jeito meio estúpido de ser e de dizer coisas que podem magoar e ofender. Ah, Galdino, o que teria sido de mim sem você?", afirma ela. "Eu não fiz mais que minha obrigação, Lau, minha admiração e meu amor por você são eternos", retruca ele, que terá decidido trair a cafetina por ter sido largado por ela em um hospital e, com isso, não ter auxiliado a mãe, que morrerá em seu período de internação.

Galdino abusou sexualmente de Laureta: 'Monstro!'

Segundo o autor, a situação fica tensa nesse momento. "Eu sinto isso! É uma vida inteira, né, Galdino? Você me apresentou a essa profissão, se hoje sou Laureta Bottini, devo muito disso a você! Você não só me botou no caminho da prostituição, como foi meu primeiro homem quando gostava da fruta", acrescenta a mandante da morte de Remy (Vladimir Britchta). "Por sua causa consegui recomeçar uma vida. E realmente eu devo tudo a você", completa ele. É aí que a sócia de Rosa faz uma revelação: no passado, Galdino e sua turma a estupraram com frequência. "Realmente, você deve. Ainda mais considerando que eu lhe estendi a mão quando devia ter lhe cravado uma faca no coração, porque você não só me estuprou como me obrigava a satisfazer os desejos dos seus coleguinhas que viviam naquela casa dos horrores, aqueles torturadores, todos uns monstros, assustadores. E eu, quase uma criança, filha de um preso político. Quanta maldade", afirma.

Galdino confessa ter traído Laureta: 'Vingança!'

Acuado, o ex-torturador se mostra arrependido: "Eu me sinto culpado por esse passado, Lau, ainda mais depois que você salvou a minha pele, me deu guarida". "Realmente salvei a sua pele! Livrei Rossini de ser linchado em praça pública quando começou a caçada ao maior e mais temido torturador do regime militar, me arrisquei lhe escondendo, arrumei uma nova identidade pra você", assente a vilã. O passado continua sendo assunto da conversa até que Laureta o acusa de ter lhe traído. "A casa caiu, nem tente se defender! Como Luzia conseguiu isso? Ela lhe comprou com o dinheiro do sócio rico? Quanto você custou?", dispara. Galdino que já terá armado para Karola matar a patroa não pensa duas vezes e admite a traição: "Eu não fiz isso por dinheiro, fiz por vingança, por prazer".

Galdino tenta matar Laureta: 'Morre, vaca!'

O faz-tudo confessa que suspeitou que seria vítima de assassinato. "Eu já sabia que você ia tentar me matar, conheço bem seu método, primeiro um calmante na bebida, e quando sua vítima apaga, vem a injeção de ar na veia. Só que hoje vai ser diferente, quem vai pro inferno conversar com o diabo é você. Monstra ingrata, verme, me tratou como um animal a vida toda, mesmo eu lhe dando minha alma", afirma. "Você não tem alma, nem um ser humano você é, nunca foi, não passa de um rato de esgoto, sem caráter, sujo, perverso, inútil. Eu odeio você, seu calhorda, covarde", rebate ela. É aí que eles passam para uma luta corporal. Galdino com uma navalha e Laureta com uma faca. Em um primeiro momento ele leva a melhor quando esgana a cafetina e coloca sua arma no seu pescoço: "Morre, sua vaca, agora você morre".

'Calango maldito', diz Laureta ao matar Galdino

Porém, Rosa surge nesse momento e bate com um abajur na cabeça de Galdino. "Nunca imaginei que ia ficar tão feliz de lhe ver", afirma a cafetina, antes de pegar luvas e uma injeção, surpreendendo a garota: "Que é que você vai fazer com essa seringa?". "Você achou que dava conta de mim, que podia me matar, que podia acabar comigo? Coitado de você, seu calango maldito. Isso é por tudo que você fez comigo, a vida inteira", diz Laureta avançando no antigo comparsa. "Foi-se", conclui ela ao notar que Galdino morreu e deixando Rosa espantada.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.