Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Êta Mundo Bom!
Novela Novo Mundo
Novela Fina Estampa
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Mundo Dellas

Bruno Gagliasso defende romance gay na TV: 'Cabe a nós quebrar esse tabu'

Bruno Gagliasso chegou aos 32 anos com uma bagagem de peso na carreira. Com papéis marcantes na TV - ele já viveu um homossexual e um esquizofrênico - , o ator é alvo de disputas na Globo, mas sabe o que quer. Negou convite para "Império", a próxima novela das nove, e para "Alto Astral", novela das sete, tudo para entrar na série "Dupla Identidade", escrita por Glória Perez.

Em entrevista ao colunista de televisão Daniel Castro, publicada nesta quarta-feira (9), o ator comemora o serial killer que fará na trama, que teve inspiração em personagens icônicos da TV e do cinema.

"Sempre fui fascinado por séries. Eu gosto de personagens intensos, que me façam aprender, estudar, que façam as pessoas discutir. Sabe, eu gosto de problematizar! Eu gosto de personagens que criam problemas", explicou.

E ele aposta mesmo em papéis polêmicos. O ator foi escolhido para protagonizar o primeiro beijo gay da TV em "América" (Glória Perez). A cena não foi ao ar, para a tristeza do ator, que vê a evolução da TV em exibir romances entre pessoas do mesmo sexo. O ator também aproveitou para comentar o beijo de Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) da novela "Amor à Vida".

"Viva o amor! Isso já devia ter acontecido há muito tempo, desde lá atrás. E eu fico feliz, fico contente. Acho que é um grande passo que todos nós estamos dando. Eu me lembro que eu fui num programa (acho que é o da Fátima), e o psicanalista Francisco Daudt, da Veja, estava lá. Ele me fez essa pergunta e eu disse a mesma coisa. Fico muito feliz, a gente tinha que ter dado esse passo há muito tempo. Mas alguém perguntou: "Ah, e você acha que o público estaria preparado?". E eu disse: Quem somos nós para julgarmos se o público está ou não está preparado? Eu me sentia preparado há muito tempo, e eu também sou público. E aí? Talvez a gente já estivesse preparado há muito mais tempo se o beijo já tivesse sido dado."

O ator opinou sobre o público conservador, que já demonstrou ser contrário ao romance entre Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller) de "Em Família", mas aposta na continuidade da diversidade de casais na televisão.

"Eu acho que a gente tem que dar esse passo adiante. Tem até hoje esse público conservador, tem gente também que não gostou, não foi? Mas cabe a nós, artistas, quebrarmos esse tabu, e é por isso que eu sou contra a censura e a favor da arte e do amor. Porque eu gosto de questionar. A minha função social é essa: problematizar, e é isso que eu farei sempre através dos meus personagens".

Psicopata em série

Bruno se prepara para encarnar a pele de um psicopata, que não dará pistas da sua alma envergada ao crime. "Ele vive uma vida normal, como a de qualquer um. É advogado, estuda psicologia e começa a trabalhar no escritório de um senador, e quem faz o senador é o Aderbal (Freire-Filho)", conta o ator, que já começou as gravações da série.

"A gente fez uma preparação de 45 dias numa sala de ensaios, estudando, fazendo leitura de mesa. Eu, Débora (Falabella), Luana (Piovanni), Marcello (Novaes), o elenco todo. A gente está com o Sérgio Pena também, que está nos ajudando na preparação", explica.

Bruno, que interpretou o mocinho de "Joia Rara", mergulho fundo no papel do seriado, trama prevista para estrear em setembro deste ano. "É um trabalho bem diferente do que a gente costuma fazer em novela, pois a gente está tendo tempo de estudo, de preparação, de leitura. É tão gostoso fazer isso numa televisão. A gente geralmente faz no cinema, né?", diz o ator.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.