Céline Dion lamenta morte do marido, Réne Angélil, vítima de câncer: 'Tristeza'

Compartilhe no Facebook
O empresário foi diagnosticado com câncer de gargante em 1998 e faleceu na tarde desta quinta-feira (14)

Céline Dion anunciou em seu perfil no Twitter a morte de seu marido, René Angélil. Aos 73 anos, o empresário foi diagnosticado com câncer de garganta em 1998 e há mais de 17 anos lutava contra a doença.

No comunicado postado em seu site oficial, a equipe da cantora, que convidou um fã para dividir o palco com ela em um show, escreveu uma nota oficial sobre o acontecido. "É com grande tristeza que anunciamos que René Angelil, 73, morreu esta manhã em sua casa em Las Vegas depois de uma longa e corajosa batalha contra o câncer. A família deseja para lamentar em privacidade. Outras informações serão comunicadas nos próximos dias", dizia o comunicado.

"Tenho que alimentá-lo", contou a cantora emocionada

Em entrevista exclusiva concedida à repórter Deborah Roberts, do canal americano ABC, no ano passado, a mãe dos gêmeos Eddy e Nelson, de 4, contou que deu um tempo na carreira por um ano para cuidar do marido: "Levamos a vida um dia de cada vez. Os fãs sabem, eu sou um livro aberto. Ele não pode fazer nada com a boca, não pode comer, então eu dou comida para ele. Ele está se alimentando através de um tubo", revelou a cantora, que no último AMA prestou uma homenagem às vítimas dos atentados terroristas em Paris.

"Eu tenho que alimentá-lo três vezes por dia. Eu mesmo faço isso. Eu alimento meu marido e ainda dou de comer para os meus filhos", afirmou Celine, homenageada por Ariana Grande em um programa de entrevistas. Juntos há 21 anos, eles conheceram em 1980, quando ela tinha 12 anos e ele 38.

(Por Marilise Gomes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Comentários