Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela O Sétimo Guardião
Novela O Tempo Não Para
Novela Espelho da Vida
Malhação - Vidas Brasileiras
As Aventuras de Poliana
Novela Jesus
Resumo de novelas
Verão 90
TV
Domingão do Faustão
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Novela 'Liberdade, Liberdade': Tolentino mata Gironda para salvar André da forca

Compartilhe no Facebook
Coronel tira a vida da prostituta após saber por Rubião (Mateus Solano) que sem testemunha do beijo, o fidalgo não vai ser enforcado

Gironda (Hanna Romanazzi) vai ser assassinada por Tolentino (Ricardo Pereira) depois da prostituta denunciar ter visto o coronel aos beijos com André (Caio Blat), na novela "Liberdade, Liberdade". Por isso, o fidalgo acaba condenado a forca. A essa altura da trama das onze da TV Globo, Tolentino estará vivendo com Gironda e vai lhe matar com uma facada, após saber por Rubião (Mateus Solano) que André não será morto se Gironda desaparecer.

Veja também

Quem antecipa é o colunista de TV Daniel Castro nesta terça-feira (12). Logo após fazer sexo com o sobrinho de Dionísia (Maitê Proença), em cenas previstas para irem ao ar nesta noite, e alvo de uma campanha na internet, o coronel se arrepende da transa e passa a viver com a prostituta na estalagem. Ao mesmo tempo, Gironda, já oferecida ao rapaz pelo chefe da tropa, sai para fazer compras enquanto Tolentino encontra o fidalgo sozinho em um bar. Os namorados têm um leve bate boca e o coronel afirma não saber como não quebrou a cara de André.

"Porque você gosta de mim, do mesmo jeito que eu gosto de você", alega o sobrinho de Dionísia. Um clima, então, rola entre os namorados, mas o coronel afirma que esse tipo de relação não é certo. Nisso, a prostituta já está observando tudo por uma fresta e flagra o beijo deles. "O que sentimos um pelo outro é especial. É verdadeiro. Faz parte da nossa natureza. É mais forte do que eu e você", dispara André.

André apanha para entregar Tolentino

Em seguida, o folhetim corta para Gironda na intendência denunciando apenas o fidalgo, afirmando que não viu o rosto do outro rapaz. "Vi um homem com outro. Um efeminado, um fanchono! Cometendo um crime! O pecado da pederastia! Tendo relações", relata. No seu interrogatório, André não nega a acusação, o que passa a ser analisado como uma confissão. O capitão o ameaça de tortura, lhe dá uma bofetada, porém não consegue que ele denuncie Tolentino.

No final da surra, o chefe da tropa chega e consegue salvar o parceiro, alegando que André é filho de um par do reino. E, por isso, deve-se esperar a chegada de Rubião. Mesmo assim, o próprio Tolentino prende o filho de Raposo (Dalton Vigh). Já o caçador de inconfidentes dá a sugestão ao coronel depois que Joaquina aceita se casar com ele. O que ele nem desconfia é que estará ajudando o perseguidor de Xavier (Bruno Ferrari), com quem Branca (Nathalia Dill) se casou.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.