Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
O Outro Lado do Paraíso
Novela Pega Pega
Novela Tempo de Amar
Malhação - Viva a Diferença
Novela Carinha de Anjo
Novela Apocalipse
Novela Belaventura
Série Cidade Proibida
Série Filhos da Pátria
Novela O Sétimo Guardião
Minissérie 13 Dias Longe do Sol
Resumo de novelas
TV
Masterchef
A Fazenda
Domingão do Faustão
The Voice Brasil
Mais Você
Fantástico
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Beleza & Estilo
Look dos famosos
Boa forma
Bem-estar
Cabelo
Quem vestiu melhor?
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Grazi Massafera
Marina Ruy Barbosa
Anitta
Bruno Gagliasso
Ivete Sangalo
Lucas Lucco
Giovanna Antonelli
Camila Queiroz
Alinne Moraes
Sabrina Sato
Caio Castro
Paolla Oliveira
Juliana Paes
Vídeos

Pabllo Vittar explica por que não usa nome no feminino: 'Quero passar verdade'

Compartilhe no Facebook
'Não finjo ser uma pessoa que não sou', justificou a cantora

Depois de se reunir com Bruna Marquezine e diversos famosos no aniversário de 43 anos de Preta Gil, Pabllo Vittar e a cantora, quem quem já curtiu baile funk, acordaram bem dispostas para agitar o público do "Encontro" com o hit do momento "Sua Cara", na manhã desta terça-feira (9). No bate-papo com Fátima Bernardes, a famosa explicou por que manteve seu nome artístico no masculino. "Nunca senti a necessidade de optar por um nome feminino porque, quando decidi fazer drag, queria passar verdade através da minha arte, música, do que acho que sou", disse.

'Não finjo ser uma pessoa que não sou', diz Pabllo Vittar

Em seguida, a artista, que já admitiu atração por homens uniformizados, continuou a justificar o motivo de manter Pabllo: "Me representa de uma forma que você não tem noção. Acho que, se eu tivesse um nome feminino, não ia passar tanta verdade. Não gosto de me trancar em uma caixa. Gosto de ser afeminada, de ser isso aqui, de sair na rua às vezes de boné. Gosto de ser o que quiser ser", declarou. "Eu amo esse menino, o Pabllo sem maquiagem. Não finjo ser uma pessoa que não sou. A partir do momento que me assumi drag, me sinto mais confiante, aberta, as pessoas começaram a me ouvir diferente. Coloco tudo que tinha preso para fora", continuou.

'Não pensava em me casar, ter filhos', declarou cantora

Na conversa, a cantora também disse que sempre se viu "diferente" e que eu não iria seguir os "caminhos de homem": "Não pensava em me casar, ter filhos. Desde pequeno descobri que queria a arte. Sempre tive noção de que era diferente e que não ia seguir os caminhos que um homem que nasceu com genitália masculina tinha que seguir: casar, ter filhos (...). Sabia que ia fazer alguma coisa no mundo para deixar minha marca", disse ela, estimulando quem passa pela mesma história: "Para a gente, LGBT, nenhum momento da vida é fácil. Temos que provar que podemos, que somos capazes. No começo, levei muitos nãos da vida. Sempre digo que nunca desistam dos seus sonhos porque saí de uma cidade pequena, do interior do Maranhão, batalhei pra caramba. Nunca tive medo de colocar a mão na massa, que dirá de botar a cara a tapa".

(Por Rahabe Barros)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.