Saiba quem foi a pivô que provocou a separação de Joelma e Chimbinha

Compartilhe no Facebook
'TV Fama' revela identidade da moça que se envolveu com o músico. Veja foto!

Joelma colocou um ponto final no casamento de 18 anos com Chimbinha. O motivo seria uma traição do ex-marido, que após negar ter sido infiel, confessou o adultério durante uma conversa com a ex-mulher e um amigo do casal. "Eu fiquei realmente com aquela moça,tive um caso com aquela menina. Eu não queria contar porque eu tava protegendo ela, para não colocar a vida dela em risco", disse.

A pivô da separação atende pelo nome de Karen Kethlen Fernandes da Silva. A informação foi divulgada pelo jornalista Leo Dias, no "TV Fama" desta quarta-feira (16). A moça foi citada no depoimento de Izauriane Muniz, que se responsabilizou pelas mensagens anônimas enviados ao celular de Chimbinha, após o músico denunciar na Divisão de Investigação e Operações Especiais de Belém, no Pará, que vinha recebendo mensagens difamatórias.

A menina é mais nova que o músico e gosta de frequentar academias. O romance, no entanto, não continuou. Ainda segundo o jornalista, a Karen bloqueou todas as redes sociais depois que os fãs da banda Calypso descobriram sua identidade.

Chimbinha deve manter distância de 100 metros de Joelma

O casal tem protagonizado uma série de escândalos desde o anúncio da separação. A história, inclusive, virou caso de polícia. A cantora prestou um depoimento na delegacia de Ananindeua, no Pará, na quarta-feira (9), alegando que se sentia ameaçada pelo ex-marido e que temia por sua "integridade física e moral". A denúncia foi enquadrada na Lei Maria da Penha, que prevê medidas protetivas para mulheres em situações de risco.

"Já foram deferidas as medidas protetivas. Foi determinado que ele não pode se aproximar dela em situação alguma, incluindo shows e gravações, e deve manter distância de 100 metros. A agenda dela vai ser mantida com o novo guitarrista", afirmou a advogada da cantora, Patrícia Bahia. Ainda de acordo ela, o processo corre em segredo de justiça.

O músico está afastado da banda desde o início de setembro. Segundo a assessoria da Calypso, ele fez uma cirurgia na vista e ficaria ausente por 15 dias. Chimbinha foi substituído pelo guitarrista Ian Marinho. O que ele não esperava era essa reviravolta na história. E muito menos uma decisão judicial para manter-se longe da ex-mulher.

Segundo Mauro Neto, gerenciador de crise contratado pelo artista, a decisão será contestada. Tudo para que o música possa voltar a se apresentar com a banda no sábado, dia 19, num show em Palmas como havia antecipado ao Purepeople.

"Toda a decisão judicial é passível de contestação. Vamos contestá-la", garantiu. E contou que o músico está tranquilo e discordo com a postura da advogada de Joelma. "O guitarrista lamenta profundamente que a advogada Patrícia Bahia, representante de Joelma no processo, tenha desrespeitado o sigilo de Justiça", pontuou Mauro.

(Por Camilla Gabriella)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Comentários