Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
TV
Power Couple Brasil
Masterchef Brasil
A Fazenda
BBB 23
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Séries
Filme 365 Dias
Casamento às Cegas Brasil
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Bella Piero

Bella Piero protagoniza relação abusiva em novela: 'Confunde amor com possessão'

Bella Piero protagoniza relação abusiva em novela: 'Confunde amor com possessão'
No ar como Sofia em 'Malhação: Vidas Brasileiras', a atriz exalta a abordagem do relacionamento abusivo para o público adolescente. 'Enquanto você não aprender a se amar, e a ser gentil consigo, você não terá uma relação saudável com ninguém', opina Bella Piero ao Purepeople. Para ela, sua personagem não é diferente das outras adolescentes. 'Mas a forma que ela lida com isso, é diferente', frisa

Depois de viver a vítima de assédio sexual Laura em "O Outro Lado do Paraíso", Bella Piero encara outro papel polêmico: a obsessiva Sofia de "Malhação: Vidas Brasileiras". No folhetim adolescente, a jovem persegue de forma incansável Garoto (Pedro Maya). "A Sofia é uma adolescente com muitos problemas internos, assim como quase todos. Mas a forma que ela lida com isso, é diferente. Ela confunde amor com possessão e isso é muito sério", afirma a atriz ao Purepeople, destacando a importância da trama abordar tal assunto. "É extremamente importante a gente passar a mensagem para a galera jovem que, enquanto você não aprender a se amar, a se conhecer, a ser gentil consigo e com as suas inseguranças, você não terá uma relação saudável com ninguém, nem mesmo com você. Antes de qualquer coisa e de qualquer relacionamento, precisa vir você", acrescenta.

Para Bella, relação abusiva 'contamina os dois'

A obsessão nos relacionamentos, porém por parte da mulher, é mais um tema a ser abordado na atual trama da novela adolescente, que já citou a intolerância religiosa, o assédio sexual na escola e transtornos alimentares através da bulimia. E Bella defende tal abordagem. "É claro que majoritariamente esse comportamento é visto por uma ação masculina. Mas acho muito importante falar que, dentro de uma relação abusiva, os dois acabam se contaminando e ficando doentes. Quem pratica e a vítima também. É muito difícil identificar quando se está dentro de uma relação tóxica. Porque muitas vezes o amor é confundido com a posse, com o controle e com o ciúme", completa. Existe uma romantização de um comportamento abusivo. Como: 'ai, ele sente ciúme e não quer que eu use esse vestido curto! Que fofo, se preocupa comigo", exemplifica. "Mas existe também a mulher controladora, ciumenta, obsessiva, agressiva, que reproduz e reforça uma conduta machista. Acho importante reforçar a necessidade das pessoas buscarem ajuda psicológica para conseguirem identificar melhor quando estão presas nesse padrão de relação", frisa.

'Sofia passa dos limites', afirma Bella

Para a jovem atriz que acumula outras novelas como "Boogie Oogie", "A Lei do Amor" e "Verdades Secretas", Sofia precisa de tratamento. "Ela passa de todos os limites aceitáveis e se torna inclusive agressiva ao tentar controlar a situação. Realmente é uma patologia que precisa ser tratada, precisa de ajuda especializada", frisa a vencedora do Troféu Nelson Rodrigues e indicada ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, ao viver a Bebel em "Ninguém Entra, Ninguém Sai". "Acredito que todo excesso esconde uma falta. E esse vazio interior, muitas vezes costuma ser preenchido com artifícios externos e quase sempre inerentes à própria pessoa em questão. O indivíduo se sente incompleto e tenta completar seu tempo, seu pensamento e sentimento com o outro, acreditando que o outro vai preenchê-lo. E isso pode virar uma obsessão", opina. Bella vibra ainda com a possibilidade de dar vida à personagem obsessiva. "É muito bom poder dentro da minha profissão alertar sobre questões como essas. Fazer pensar, reverberar. Ainda mais o público jovem, que está começando a lidar com questões afetivas", afirma, citando como fez para construir sua Sofia. "Foi da forma mais real possível, porque só assim eu acredito que gera identificação. Humanizando as paranoias dela, chegamos à uma possível Sofia que exista", conta.

'Sofia é doente', frisa Bella

E a atriz recorda que já recebeu diversos comentários sobre a personagem. "Entre eles 'que menina estranha', 'o olhar dela me dá medo', 'é um olhar de psicopata'. Ela é doente, completamente oscilante e desequilibrada", relata. Em relação à vida pessoa, Bella assegura que nunca viveu algo parecido como a sua personagem. "Mas é claro que existem pessoas que passam um pouco do limite. Criam fakes, mandam mensagens esquisitas, conseguem o número e ligam", finaliza.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.