Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Bom Sucesso
Novela Éramos Seis
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Kyra Gracie destaca machismo no cenário internacional do jiu-jitsu: 'Barreiras'

Compartilhe no Facebook
'Hoje, um homem ganha U$ 50.000 de premiação enquanto as mulheres ganham apenas U$ 5,000!', conta a atleta ao Purepeople

A campanha "Deixa Ela Trabalhar" movimentou as redes sociais, na qual jornalistas esportivas se posicionaram contra o assédio, nesta semana e, em entrevista ao Purepeople sobre igualdade de gênero, Kyra Gracie se posicionou sobre o assunto. "As imagens do vídeo falam por si só, né? Infelizmente as mulheres ainda precisam lutar para terem respeito. Seja no ambiente de trabalho ou em qualquer outro lugar. Como mãe, me preocupo com o que minhas filhas terão que enfrentar no futuro. Por isso, a importância do que faço pela igualdade de gênero têm duas vezes mais importância hoje. A discussão é legítima", afirmou a apresentadora e atleta, cuja alimentação restringe alimentos industrializados.

'Tive que convencer minha família', relembra

Casada com o ator Malvino Salvador, a quem prestigiou na estreia da peça "Boca Dourada", Kyra explica que busca valorizar o feminismo em casa. "Precisamos ensinar a nossa e as futuras gerações sobre isso. Em casa já começamos a ensiná-las que elas podem ser o que quiserem. E que o respeito pelo próximo é essencial. Inclusive, esses são ensinamentos que o jiu-jitsu proporciona. Não é a toa que na minha família todos já nascem com um quimoninho. O jiu-jitsu leva aprendizados valiosos para a vida toda", argumenta. Para ter sucesso na carreira, a atleta precisou enfrentar sua própria família: "Quando eu comecei, as mulheres sofriam muito preconceito no esporte. Na verdade, tive que convencer minha própria família de que, mesmo sendo mulher, eu poderia ter uma carreira como atleta. Com o passar do tempo, eles viram a minha dedicação e passaram a ser os meus maiores incentivadores".

Kyra cita diferença de prêmios entre homens e mulheres

E, se em Hollywood a diferença salarial entre os gêneros veio à tona na série "The Crown", o mesmo se repete nos campeonatos internacionais da luta. Para trazer a igualdade de gênero ao esporte no Brasil, a atleta criou uma competição que leva seu nome. "Atualmente, infelizmente, as barreiras ainda existem. Para você ter uma ideia: hoje, um homem ganha U$ 50.000 de premiação enquanto as mulheres ganham apenas U$ 5.000! A Copa Kyra Gracie foi a maneira que encontrei de dar um primeiro passo na busca pela igualdade de gênero no esporte. Dando visibilidade a elas, mostrando que o sexo feminino também é igualmente capaz", destaca Kyra, que inaugura sua primeira academia com o marido em maio, no Rio de Janeiro. Na sequência, ela elogia o ator, intérprete do coronel Brandão em "Orgulho e Paixão": "O Malvino é um paizão. Nós dividimos todas as tarefas. Tanto nas atividade que envolvam as meninas, como levar para a escola, educar e dar as refeições, quanto nas tarefas de casa".

(Por Marilise Gomes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.