Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
TV
Power Couple Brasil
Masterchef Brasil
A Fazenda
BBB 23
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Séries
Filme 365 Dias
Casamento às Cegas Brasil
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Novela Gênesis

Julianne Trevisol afasta redenção da vilã Nidana na novela 'Gênesis': 'Cada vez mais revoltada'

Julianne Trevisol afasta redenção da vilã Nidana na novela 'Gênesis': 'Cada vez mais revoltada'
Julianne Trevisol afasta que sua vilã Nidana na novela 'Gênesis' irá melhorar de caráter. 'A Nidana começará a ficar cada vez mais revoltada com toda a situação que a cerca, e com o passar dos anos, o sentimento aumentará e a tendência é piorar', promete, em entrevista ao Purepeople

A novela "Gênesis" marca o retorno de Julianne Trevisol à Record TV após sete anos. No folhetim bíblico dividido em sete fases, a atriz dá vida à vilã Nidana, que atormenta Amat (Branca Messina), mulher de Terá (Angelo Paes Leme), chegando a denunciá-la por ter se livrado da imagem de um ídolo da cidade de Ur. Ao Purepeople, Julianne descarta que o tempo irá trazer uma transformação positiva à sua personagem. "A Nidana começará a ficar cada vez mais revoltada com toda a situação que a cerca, e com o passar dos anos, o sentimento aumentará e a tendência é piorar", avalia.

"Então, sim, ela não desempenhará um papel de boa moça, muito pelo contrário, espere por uma mulher amargurada", promete, indicando um ponto positivo da megera. "Mas, apesar de tudo, Nidana é uma menina feliz daquele lugar, por vezes, até divertida. Entretanto, ambiciosa demais, que é o que a torna vilã!", pondera Julianne, explicando uma causa da vilania.

"Ela quer sempre o que não pode conquistar, e quando vê Amat chegando e conseguindo o que a mesma sempre desejou - antes dela, começará a trapacear", explica a carioca que buscou em referências históricas para compor sua personagem, filha de Aya (Flávia Monteiro) e mãe de Reduana (Tammy Di Calafiori, na juventude).

'Nidana tem desvio de caráter e não é boa mãe', aponta atriz de 'Gênesis'

E a namorada do músico Amon Lima descarta comparação da atual vilã com Rita, a megera que interpretou em "Vidas em Jogo" (2011). "Apesar das duas serem vilãs, são personagens completamente diferentes. A Rita sempre foi a protagonista 'mocinha da novela', e apenas no último mês de gravação, a direção decidiu que ela viraria a vilã. Então, houve todo um processo, no qual precisei rever o histórico que eu tinha construído sobre ela, uma mulher sofredora que tinha passado por estupro, problemas com os pais e diversas situações, para que pudesse interpretá-la como a 'Rita má'", aponta.

"A Nidana, desde o início, se mostrou uma mulher ambiciosa e com um desvio de caráter, não sendo uma boa filha, uma boa irmã (para Danina, de Laura Kuczynski) e nem uma boa mãe. Ela aparenta ser uma pessoa feliz, mas não respeita a crença dos outros, e quando se sente ameaçada, desperta uma enorme inveja, aproveitando de todas as possibilidades e trapaças para conseguir o que deseja custe o que custar", prossegue.

"Ou seja, a Nidana é uma mulher mais dura, nada sensível. Já a Rita era uma menina doce e sonhadora. Realmente, a Rita e a Nidana possuem perfis distintos, incluindo até mesmo estilo, voz, tom, caracterização e composição", afirma ela, que para o papel atuou voltou a colocar aplique no cabelo, procedimento a cargo de Nelma Véo. "Nem demorei a me acostumar com o aplique, porque já precisei usar outras vezes e acabei me familiarizando", garante.

Quarentena de Julianne teve cursos de língua: 'E me aprimorei na cozinha'

Julianne recorda ter gravado praticamente todas as suas cenas antes da interrupção dos trabalhos por conta da pandemia da Covid-19. "Tinha feito 75% das minhas cenas, no auge de tudo. No período em que fiquei longe dos estúdios, aproveitei para ensaiar a minha personagem, relembrar momentos e curtir os trabalhos que foram reprisados, como a novela 'Mutantes' e 'Totalmente Demais'", lembra.

"Também tive a oportunidade de me rever em outras composições, interpretando outros personagens...", relata. E o tempo livre rendeu ainda outras atividades para a atriz. "Estudei línguas e cursos de dramaturgia online, sempre buscando me familiarizar. Além disso, pude aprimorar minhas técnicas gastronômicas, cozinhando bastante durante a quarentena (risos)", enumera.

E cerca de sete meses depois se reencontrou com sua Nidana. "Confesso que achei estranho interpretá-la depois de tanto tempo sem gravar, precisei dar uma lembrada (risos), tentando costurar uma cena com a outra, e no fim, deu certo", comemora, elogiando os protocolos de segurança adotados pela emissora paulista, que incluem os testes com frequência. Posso dizer que recebemos todo suporte e cuidado necessário para poder voltar às gravações", frisa.

(por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.