'BBB16': Ana Paula dá declaração machista e irmã defende. 'Visão romântica'

Compartilhe no Facebook
'Eu acho que o mundo tinha que ser machista', disparou a mineira em conversa no reality show; internautas criticaram a sister: 'Nojo'

O "Big Brother Brasil 16" ainda está no começo, mas algumas polêmicas em torno dos 12 participantes do reality show já começam a surgir, depois de alguns deles protagonizarem "nudes" em frente às câmeras. No programa exibido nesta quinta-feira (21), Ana Paula se declarou machista e foi duramente criticada nas redes sociais. Após a repercussão negativa da declaração, a irmã da mineira emitiu um comunicado em seu Facebook:

"Olá, pessoal! Gostaria de esclarecer alguns fatos sobre a edição de ontem do 'BBB'. Os movimentos de gênero vêm ganhando força desde o século XIX, mas sabemos que a luta pela diminuição da desigualdade entre homens e mulheres não terminou em vários cantos do mundo, principalmente em países latinos, como o Brasil. Sou a favor de um País igualitário, sem violência contra as mulheres - e também contra os homens. Um País que trata igualmente seus cidadãos como pessoas livres: para estudar, trabalhar ou se relacionar com quem desejarem (e receberem o reconhecimento e afeto que merecem). E posso garantir que são esses, também, os desejos e pensamentos da minha irmã Ana Paula, embora um pouco distorcidos por uma visão mais romântica de como deveria ser sua própria vida, do que uma sociedade como um todo. Viemos de uma família tradicional e, a vontade de se casar e viver inteiramente para o seu lar, sempre foi um sonho para ela. Desde já, agradeço a compreensão e apoio de todos!", escreveu Cida Renault.

Entenda o caso!

Em uma conversa com Harumi, Ronan e Tamiel na cozinha da casa, Ana Paula expôs sua opinião sobre a posição das mulheres nos relacionamentos e admitiu: "Eu já encantei muito homem, agora tô querendo ser encantada. Eu sou bem machista", iniciou a jornalista, que era fã de aplicativos de encontros e chegou a sair com um homem por semana fora da casa. "É o mal das mulheres de hoje em dia", rebateu Harumi.

"Não é nada. Eu era muito feminista, só que eu acho que o mundo tinha que ser machista", disparou a mineira. "Acho que cada um no seu quadrado. Feminista que quer revolução das mulheres, direitos iguais. Eu não tô atrás disso, não. De jeito nenhum", continuou a loira, que já travou uma guerra contra a balança e emagreceu 18 Kg. "Somos diferentes, mas direitos acho que temos que ter iguais", insistiu Harumi.

Depois da declaração de Ana Paula ir ao ar, parte do público se revoltou e encheu o Twitter de comentários em repudio ao discurso da mineira. "Tô com nojo da Ana Paula, uma mulher falando que o mundo tem que ser machista é demais para mim", escreveu uma usuária do microblog. "Óbvio, ela é branca, hetero e sustentada pelos pais. Igualdade para quê?", questionou outra.

"Machista e retrógada!", criticou uma terceira. "Big fone devia tocar e Boninho proibir Ana Paula de votar nos paredões, afinal, se ela é mesmo machista, mulher não tem que ter direito a voto", ironizou mais um internauta. "Ana Paula se declarando machista e dizendo que não está atrás de direitos iguais. Muito fácil dizer isso quando você é uma patricinha sustentada", observou outra.

(Por Caroline Moliari)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Comentários