Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
TV
Power Couple Brasil
Masterchef Brasil
A Fazenda
BBB 23
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Séries
Filme 365 Dias
Casamento às Cegas Brasil
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Últimas Notícias

Dores na coluna: dicas de fisioterapeuta para prevenir e manter parte do corpo saudável

Dores na coluna: dicas de fisioterapeuta para prevenir e manter parte do corpo saudável
Dores na coluna: dicas de fisioterapeuta para prevenir e manter parte do corpo saudável
9 fotos
Veja as fotos!
Dor nas costas: fisioterapeuta Walkyria Fernandes explica como amenizar o desconforto. Veja!

Dor lombar ou a famosa dor nas costas é uma das queixas mais comuns da população. Chega a atingir 25% das pessoas, conforme registros de estudos sobre o tema. O que é pouco falado, no entanto, é que a dor nessa região não é uma patologia, e sim um sintoma, e, por isso, segundo a fisioterapeuta Walkyria Fernandes, não tem cura. Mas tem tratamento e prevenção.

"É normal sentir dor na lombar. O que não é normal é ela se tornar incapacitante, ou seja, a pessoa viver com dor", explica. Walkyria adverte que há dois tipos de dores lombar: aguda e crônica.

"Até quatro semanas é considerada dor lombar aguda, mas, em geral, dura um tempo menor, em geral 15 dias. A gente chama de história natural da doença. A coluna vai se organizando e fica normal. Nada preocupante. O problema são as dores crônicas: acima de três meses", detalha.

Causas de dores nas costas

No caso da dor crônica, Walkyria destaca que ela é multifatorial, ou seja, há várias causas para ela: "Não posso dizer que a dor surgiu só pela pessoa ter ficado sentada muito tempo, ou porque é sedentária, fumante, devido a muito estresse ou porque se alimenta mal. Várias coisas contribuem".

Nesses casos, Walkyria recomenda fazer uma avaliação do paciente. "É preciso fazer uma anamnese e verificar quais são as causas mais importantes – que chamamos de gatilhos externos – que estão influenciando para o paciente ter dor e como eu vou poder atuar", comenta.

"E lógico, uma delas é a parte mecânica, que é a falta de mobilidade em algumas regiões do corpo. Então eu, com a fisioterapia, posso atuar nessa parte, mas também posso orientá-lo em outras esferas, recomendando-o a sair do sedentarismo, a se alimentar melhor ou até indicar para outros profissionais da saúde", afirma.

Adote posturas preventivas

Por isso, é importante adotar posturas preventivas, especialmente quem está no modelo de home office (veja como deixar sua rotina mais leve).

"Quem trabalha em casa deve fazer intervalos. Por mais que a pessoa invista em móveis adequados, não adianta querer ficar muito tempo numa postura. Se ficar, vai gerar incômodo. Se puder se levantar a cada uma hora e se movimentar, mexendo coluna, pernas e braços, vai ajudar a vascularizar os tecidos do corpo, evitando as dores", orienta Walkyria.

Para quem trabalha muito tempo sentado, a fisioterapeuta recomenda aliviar a coluna de forma adequada. "A coluna lombar está mais retificada quando se está sentado, ou seja, em flexão. Então, um movimento muito bom que ajuda é a pessoa ficar em pé e jogar a coluna para trás, fazendo a extensão da coluna, ou seja, invertendo o padrão de quando ela estava sentada", ensina.

"Então, a cada uma hora sentado, levante e faça 10 movimentos para trás. Vai e volta, e isso acaba prevenindo as dores na coluna por ficar muito tempo sentada. É fantástico. É como se fosse um exercício milagroso para quem trabalha em casa. Lógico que não é um padrão para todo mundo, mas a grande maioria se fizer acabará prevenindo muito as dores na lombar", esclarece.

Movimentos que evitam a lombalgia:

1) Levante a cada 1 hora;
2) Faça movimentos de extensão lombar em pé (repetir 10 vezes);
3) Respire fundo 3 vezes em pé, abrindo os braços;
4) Em pé, relaxe as costas como se fosse colocar as mãos no chão, durante 5 segundos (repetir 5 vezes);
5) Faça movimentos para soltar o quadril: levante o quadril para os lados (direito e esquerdo).

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.