Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Bom Sucesso
Novela Éramos Seis
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Isabela Capeto tem exposição pelos 15 anos na moda como incentivo após incêndio

A estilista Isabela Capeto foi homenageada pelos seus 15 anos de carreira com uma exposição no Veste Rio, evento que aconteceu de 11 a 15 de abril de 2018
14 fotos
Iniciar o slideshow
A estilista Isabela Capeto foi homenageada pelos seus 15 anos de carreira com uma exposição no Veste Rio, evento que aconteceu de 11 a 15 de abril de 2018
A estilista carioca celebrou os anos de carreira com uma homenagem durante o evento de moda Veste Rio, com curadoria de Felipe Veloso. Responsável por levar o público a um tour pelas suas criações, a designer explicou um pouco sobre o processo de criação e sobre a inspiração em países ou histórias fictícias. Na quarta-feira (18), ela lança a nova coleção com as peças que sobreviveram ao fogo

Isabela Capeto não quer saber de dramas. Se no dia 27 de março a estilista teve o ateliê, em Botafogo, Zona Sul do Rio, devastado por um incêndio, durante o Veste Rio era difícil perceber que parte do seu acervo e das criações da nova coleção - coincidentemente chamada de "Terra de Fogo" - haviam sido destruídas. Orgulhosa por exibir peças icônicas que marcaram sua trajetória na moda, a designer carioca celebrou 15 de carreira com a exposição "Tempo Algum" durante o evento que teve a estreia do ator Jonathan Azevedo como modelo nas passarelas. Convidada para fazer um tour pelas roupas, Capeto destacou a escolha dos materiais e o processo de criação: "Essas são as peças do acervo que conseguiram ser salvas (do incêndio)." O fogo destruiu mais de 600 moldes de roupas, máquinas e materiais.

Criação de Isabela tem material comprado no Saara

Misturando cores, estampas e estilos, a exposição não se prendeu a uma só coleção: "O Felipe Veloso (curador) fez essa historia de colocar uma peça em cima da outra e eu adorei!" Limitadas, os modelos contam com um toque pessoal da estilista, que estimula o uso de roupas excêntricas ao apostar em detalhes que passam a ideia de desconstrução. Acostumada a incluir miçangas, ela questiona a reclamação dos clientes quando uma se desprende. "O legal é cair! Se não cai, é porque a pessoa nunca foi agarrada e nunca dançou. Quanto mais miçanga caída, mais a pessoa viveu!", justifica com bom humor. Ela acrescenta ainda que as flores amarelas usadas em um vestido de tule foram compradas na rua da Alfândega, conhecida como Saara, um mercado popular a céu aberto no centro do Rio.

Estilista abusa da criatividade: 'Parecia que eu tinha tomado um ácido'

Ao relembrar a criação de cada peça, que contou com o desfile de marcas que apostam em unir moda e saúde, a homenageada mostrou as particularidades de suas criações, dando atenção aos objetos inesperados usados durante a elaboração. A jaqueta que contém um pedaço do sofá; o canutilho que foi bordado em pé, ao invés de deitado como, normalmente, é visto; e a utilização de escama de peixe aproveitada de um trabalho com sapato em eco design mostram a inovação proposta pela estilista. Apostando no neon para a coleção inspirada no Japão, a designer declara: "Eu gosto muito de roupas para dançar!" Isabela criou um vestido de ano novo pensando nos hábitos comuns da data festiva. "A pessoa foi para o mar e se enrolou na areia, essa é a ideia do vestido. As miçangas representam a areia e a estampa, as coisas do fundo do mar." Em outra narrativa, ela explica que a gata sonhava em chegar até as estrelas e precisava subir na rosa para alcançá-las, mas a flor ficava com ciúmes. "Parecia que eu tinha tomado um ácido", diverte-se Isabela. Sobre as peças que sobreviveram ao incêndio, elas serão lançadas nesta quarta-feira (18), na loja da estilista, no Leblon. Com o mesmo humor com que fala sobre suas obras de arte, ela convida o público para comparecer à tarde de lançamento. "Saindo do forno as peças defumadas Selk'nam", avisa ela, fazendo referência à etnia das tribos indígenas que povoavam a Ilha Grande da Terra do Fogo e que também dão nome à nova coleção.

(Por Fernanda Casagrande)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.