Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
BBB21
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Karina Bacchi gastou R$ 83 mil para dar à luz nos EUA: 'Hospital e documentação'

Compartilhe no Facebook
Gastos incluem ainda parte médica e hospitalar, em que estão inclusos serviços de pediatria e obstetra

Mãe de primeira viagem, Karina Bacchi contou que gastou em torno de R$ 83 mil para ter o filho, Enrico, fruto de uma fertilização in vitro, nos Estados Unidos. O pequeno, de 2 meses, nasceu em um hospital em Miami, na Flórida. "Cerca de R$ 35 mil na parte médica e hospitalar, em que estão inclusos serviços de pediatria, obstetra, hospital e a documentação. Tive também despesa de cerca de US$ 15 mil (R$ 47,5 mil) para aluguel, passagens, transporte e itens do dia a dia", disse ao jornal "O Estado de São Paulo".

Modelo explica por que escolheu o país

Ainda à publicação, Karina apontou as vantagens de ter o herdeiro, clicado esbanjando fofura na web, no exterior. "O fator decisivo foi a múltipla cidadania que meu filho teria. Tenho cidadania italiana e sei o quanto é positivo. Poder ter essa facilidade de escolher futuramente onde morar, estudar, trabalhar sem o obstáculo da falta de documentação, é um presente para ele. Não sabemos como estará o Brasil ou o mundo daqui a alguns anos nem onde será o melhor lugar para se viver. Então optei por deixar as portas abertas", explicou.

Musa fitness cita dificuldades de ter o bebê fora do Brasil

Karina falou também que passou três meses por lá e relatou quais foram seus principais medos e inseguranças com o fato de ter o bebê longe da família. "Senti falta de casa, pais e amigos, dos pets. Também senti medo quando soube que um furacão estava chegando. O mês pós-parto foi o de mais ansiedade enquanto aguardava o momento de voltar, a documentação e o tempo certo para o Enrico pegar o primeiro voo", comentou.

Karina conta motivos que a levaram a optar pela produção independente

Apontada como namorada do jogador Amaury Nunes, Karina avaliou a decisão de ter o primogênito de maneira independente. "No ano passado, me separei do meu marido, com quem fiquei casada por seis anos. Ele tem dois filhos do primeiro casamento e não queria ser pai novamente. Também descobri a hidrossalpinge, um acúmulo de líquido nas trompas, e tive de retirá-las. Me vi diante do risco de não realizar meu sonho", afirmou.

(Por Patrícia Dias)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.