Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 12
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Como cuidar das olheiras? Conheça os tipos e os tratamentos certos

Compartilhe no Facebook
Quem nunca teve uma noite mal-dormida e acordou com o rosto inchado e manchas escuras na região dos olhos? As olheiras parecem um caso simples, mas elas podem ser bem mais do que isso! Confira os diferentes tipos de olheiras e como cuidar de cada uma delas!

As olheiras são popularmente conhecidas pelas manchas arroxeadas que provocam na região dos olhos. Porém, existem diferentes tipos de olheiras e vários fatores que podem provocá-las além de uma noite de sono ruim. Sofre com olheiras, já tentou de tudo e não sabe mais o que fazer? O Purepeople vai te ajudar, com dicas de quem entende do assunto! Aos detalhes!

Afinal, o que são olheiras e por que elas aparecem?

As olheiras têm sim como característica o pigmento mais arroxeado na pálpebra inferior, mas, segundo a dermatologista Karla Lessa, podem ser mais do que isso. "Elas podem ter origem vascular, pela deposição de pigmento ou por características genéticas, pela anatomia da área dos olhos de cada indivíduo, que pode ser mais profunda, gerando uma sombra no local". Uma das principais causas é a genética, mas os hábitos que adquirimos ao longo do dia também são responsáveis pelo surgimento das olheiras. Dormir mal é um deles!

Existem diferentes tipos de olheiras. Saiba como identificar!

As olheiras podem ser classificadas em três diferentes níveis diferentes. O primeiro é o aspecto mais enrugado e flácido na região das pálpebras, comum com o passar dos anos, que provocam as famosas bolsas embaixo dos olhos. Outro tipo comum é aquele em que há uma pigmentação extra no local, que pode estar relacionado até mesmo a alergias. "Pacientes de pele morena ou ainda aqueles que possuam alergia respiratória severa costumam apresentar escurecimento da pele da pálpebra. Noites mal dormidas podem piorar este efeito", explica a profissional. Por fim, os sulcos profundos são o tipo mais evidente de olheiras. "O aspecto de olheiras fundas, em geral, é genético, mas pode surgir ou agravar com a redução de gordura da região malar, responsável pela sustentação do sulco lacrimal. O emagrecimento excessivo e insônia podem carregar ainda mais o visual".

O que fazer para cuidar das olheiras e minimizar o aspecto cansado?

Para quem está perdendo o sono e quer saber como ficar com a aparência mais descansada, alguns cuidados podem ajudar. Compressas geladas com chá de camomila são ótimas para clarear e desinchar a região. Além disso, hidratar o corpo com, pelo menos, 2 litros de água e usar água termal deixam o rosto mais hidratado e com menos olheiras. Ah, as rodelas de pepino geladinhas não são papo furado, não! "O gelo provoca vasoconstrição, levando a uma maior tonicidade dos vasos locais, e o pepino contém outros tipos de flavonóides que são importantes para ajudar a melhorar a flacidez da região dos olhos", revela Karla.

Aposte nos tratamentos para cuidar das olheiras

De acordo com a dermatologista, em casos de olheiras com bolsas, o tratamento cirúrgico é a melhor opção. Já as pigmentadas podem ser tratadas com cremes formulados com ativos específicos. Para quem tem sulcos profundos, o preenchimento com ácido hialurônico é muito eficiente. "Para um tratamento eficaz da região das olheiras, é preciso também considerar a profundidade, a presença de bolsas e a "causa base" da pigmentação local (melanina, hemossiderina ou olheiras vasculares). Seu dermatologista vai avaliar o seu tipo de olheira, seu tipo de pele e te orientar o melhor tratamento!", finaliza.

(Por Marina Couto)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.