Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Bom Sucesso
Novela Órfãos da Terra
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Éramos Seis
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
The Voice Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Lizandra Trindade reprova termo na TV. 'Disposta a não falar futebol feminino'

Compartilhe no Facebook
Durante o programa 'Redação SporTV', a repórter Lizandra Trindade trouxe uma reflexão para a redação do jornal e para os telespectadores que os assistiam. Ela declarou que quer evitar usar 'futebol feminino' durante sua cobertura da Copa do Mundo da França de 2019. Ela defendeu que, por não usarmos 'futebol masculino' para o esporte praticado pelos homens, não devemos usar para o das mulheres.

Finalmente hoje é a estreia da Copa do Mundo Feminina de Futebol! Apesar do Brasil jogar apenas no domingo às 10:30 h, a abertura da competição é nesta sexta-feira (7) às 16 horas. Quem dá o ponta pé inicial é a anfitriã, França, contra a Coreia do Sul, e o jogo será transmitido pelo canal de TV fechada SporTV. A edição deste ano já tem grande importância antes mesmo de iniciar. Nós já separamos os porquês dessa Copa ser tão especial e ela também tem trazido grandes reflexões para a sociedade. Dessa vez, quem fez um bom questionamento sobre a modalidade foi a repórter do Grupo Globo Lizandra Trindade, que já está em Paris.

Repórter sugere tentar parar com o uso de 'futebol feminino'

Durante o programa "Redação SporTV", exibido pelo canal na manhã desta sexta, a jornalista pediu um espaço para falar sobre um desafio que ela impôs a ela mesma. "Eu vim muito disposta a não falar futebol feminino e a não tratar nossas jogadoras com a palavra 'meninas'. Eu acho que quando a gente vê mulheres jogando futebol e a gente dá um sobrenome a essa modalidade, chamando de feminino, a gente faz uma diferenciação muito importante entre o futebol que os homens jogam e o futebol que as mulheres jogam. A gente não dá sobrenome para o futebol masculino e damos para o feminino, como se fosse uma modalidade diferente daquela", apontou Lizandra.

Usar o termo 'meninas' pode trazer uma infantilização

Outra questão importante levantada por ela e debatida pelos repórteres na redação, é a questão do uso do substantivo "meninas". Ela defende que no futebol masculino ao se usar essa palavra, você infantiliza o jogador e traz uma imaturidade para ele e que, por isso, ela quer evitá-la. "Eu acho que o que não vale para os homens não pode valer para as mulheres. A gente está falando de quebra de preconceito, de perspectivas financeiras, está tudo muito interligado. A gente vai falar que um jogador foi um menino quando ele cometeu alguma imaturidade. Então eu acho que a gente precisava tomar este tipo de cuidado."

Basquete e vôlei caracterizam o esporte masculino

Um ponto destacado pelo apresentador, Marcelo Barreto, é o fato de dividirmos o basquete e vôlei como esportes masculinos e femininos, mas no futebol não tem isso por ser uma supremacia masculina. "Talvez a gente esteja mais acostumado a falar basquete masculino, basquete feminino, idem pro vôlei. Como o futebol sempre foi um universo exclusivamente masculino, a gente se acostumou a falar futebol e futebol feminino. Talvez, na hora da Copa do Mundo, a gente tivesse que falar futebol masculino." E aí? Já tá preparado para a Copa e ter diversas reflexões com ela?

(Por Pyetra Santos)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.