Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Império
Novela Gênesis
Novela A Vida da Gente
Novela Pega Pega
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela A Viagem
Resumo de novelas
TV
Power Couple
Ilha Record
Domingão do Faustão
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliette
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta

Liniker vive 1ª protagonista e destaca diversidade em 'Manhãs de Setembro': 'Esperança'

A série 'Manhãs de Setembro' é um dos destaques do mês do Prime Video: intérprete de Cassandra, artista e motogirl que se descobre mãe, a atriz e a cantora Liniker conversa com o Purepeople sobre a personagem e seus desafios. Confira a seguir!

Nome expoente na música, Liniker vive sua primeira protagonista na série "Manhãs de Setembro", da Amazon Prime Video: ela interpreta Cassandra, uma motogirl que também trabalha como cover de Vanusa - cantora que acompanhou parte da produção antes do seu falecimento, em 2020 - na noite paulistana, mas tem sua rotina transformada com a chegada do filho, Gersinho (Gustavo Coelho), trazido por Leide (Karine Teles), com quem ela teve um envolvimento no passado.

Em entrevista ao Purepeople, ela conta mais sobre a estreia e os desafios da personagem. As relações afetivas, em suas múltiplas possibilidades, é o carro-chefe da produção e a construção da relação entre mãe e filho foi especial para Liniker.

"É um assunto complexo pelo fato de a sociedade ser tão transfóbica e de não entender a nossa pluralidade enquanto seres humanas, enquanto pessoas também capazes de criar. A Cassandra é banhada por esse filho que chega dentro dessa trajetória que, a princípio, ela não entendeu... São 10 anos sem saber dessa história. Mas pelo afeto da criança, ela passa a reformular o afeto dela", aponta.

Em 'Manhãs de Setembro', Cassandra descobre ter um filho
Em 'Manhãs de Setembro', Cassandra descobre ter um filho

Preparação começou em 2019: 'Encontros protocolados'

Lançada mundialmente em 25 de junho, a produção chegou à Liniker há mais de 2 anos. "Foi um grande desafio toda a preparação ter sido feita online. A gente está vivendo uma pandemia e os encontros, de fato, precisam ser muito respeitados e protocolados. Comecei minha preparação em 2019, foi de quase um ano e depois comecei a trocar com todos online. A gente só foi se encontrar no aeroporto para filmar", diz sobre a minissérie, com cenas gravadas também no Uruguai.

A atriz pontua também que a presença de Alice Marcone no time de roteirista foi essencial. "Ter a Alice enquanto uma roteirista trans, fez com que o lugar da Cassandra fosse humanizado e legitimado por um ponto de vista que ela não ficasse tão exposta e caricata. Ter uma roteirista que tem a vivência de ser trans, deu uma segurança que a Cassandra não estaria exposta dramaturgicamente", destaca.

Liniker vive Cassandra em 'Manhãs de Setembro'
Liniker vive Cassandra em 'Manhãs de Setembro'

Liniker ainda pontua sobre a dificuldade do afeto romântico e sexual para pessoas trans. "Eu tenho a esperança de poder caminhar sobre outro viés, seja construindo esse imaginário e essa bolha de carinho dentro das redes afetivas que viram nossas famílias, seja legitimando e replicando esse amor que a gente vê replicado na cisgeneridade e em outras frentes do meio LBGTQIA+, como o fato de muitos homens gays namorarem muito mais do que pessoas trans namoram", afirma.

Para ela, um dos pontos fortes da produção é o fato de Cassandra e Leide serem, sobretudo, sonhadoras. "Por mais marginalizadas que as duas estejam, elas não deixam de sonhar, têm muita esperança. Seja a Cassandra querendo constituir uma família, ter uma casa, seja a Leide criando o menino da melhor forma que ela pode", compara. Para ver mais sobre "Manhãs de Setembro", confira a galeria de fotos acima!

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.