Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Órfãos da Terra
Novela Verão 90
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Jezabel
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
BBB19
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Veja o top 20 dos maiores vilões e vilãs de novela, nossos malvados favoritos!

Compartilhe no Facebook
Odete Roitmann (Beatriz Segall) ocupa o primeiro lugar no top 20 vilãs de novela, ranking selecionado pelo Purepeople em setembro de 2015
20 fotos
Iniciar o slideshow
Odete Roitmann (Beatriz Segall) ocupa o primeiro lugar no top 20 vilãs de novela, ranking selecionado pelo Purepeople em setembro de 2015
Ambiciosos, cruéis e amorais, eles fazem de tudo pelo poder ou por vingança e caem nas graças do público

Foi-se o tempo em que os mocinhos eram sempre amados e os vilões tão odiados que seus intérpretes chegavam a apanhar na rua. Atualmente, os antagonistas se tornaram verdadeiras estrelas e roubam a cena, como Atena (Giovanna Antonelli) está fazendo em "A Regra do Jogo", por exemplo. O Purepeople também adora esses malvados e por isso, depois do ranking das melhores novelas de todos os tempos, reunimos nesta lista os 20 maiores vilões da nossa teledramaturgia.

Veja também

A proposta foi lembrar compilar os antagonistas das tramas brasileiras, mas como não falar das "primas" mexicanas, que também são inesquecíveis para os noveleiros? Paola Bracho, de "A Usurpadora" é uma vilã clássica. O sucesso do folhetim é tamanho, que Gabi Spanic, a intérprete das gêmeas Paola e Paulina, chegou a ser cotada para interpretar Ruth e Raquel numa versão de "Mulheres de Areia" da TV Azteca. Outra que merece ser lembrada é Rubi (Barbara Mori), protagonista da trama homônima, também mexicana. Uma das poucas vilãs protagonistas, "la descarada" é tão bela quanto venenosa.

Veja abaixo as 20 personificações do mal que selecionadas para o nosso ranking. Qual é o seu preferido?

1 - Odete Roitmann (Beatriz Segall)

Novela: "Vale Tudo" - de 16/05/1988 a 06/01/1989

Autores: Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères

Rica, esnobe e poderosa, a diretora da Companhia Aérea TCA se acha superior a todos, trata mal os empregados e detesta o Brasil. Manipuladora, ela se mancomunou a Maria de Fátima (Gloria Pires) e fez um trato: a jovem ambiciosa a ajudaria a separar Raquel (Regina Duarte) de Ivan (Antonio Fagundes), para que assim ele ficasse livre para se casar com sua filha, Heleninha (Renata Sorrah). Em troca, Odete oferece à moça um casamento com Afonso (Cassio Gabus Mendes), seu outro filho, mas o acordo das duas é descumprido por Odete quando ela descobre que a nora tem um caso com César (Carlos Alberto Ritchelli). No fim da trama a vilã morre assassinada com um tiro e se tornou protagonista de um dos antológicos "quem matou" da teledramaturgia.

2 - Nazaré Tedesco (Renata Sorrah)

Novela: "Senhora do Destino" - de 28/06/2004 – 12/03/2005

Autor: Aguinaldo Silva

Nazaré Tedesco caiu nas graças do público com suas maldades e autoestima estratosférica. No início da história, em 1968, ela se passa por enfermeira para roubar o bebê de Maria do Carmo (Susana Vieira) e sustentar um golpe da barriga que estava dando em Luís Carlos Tedesco (Tarcísio Filho). Cria a menina como se fosse sua filha e desenvolve um verdadeiro afeto de mãe por Isabel (Carolina Dieckmann). É lembrada pelos assassinatos cometidos jogando suas vítimas do alto de uma escada, e por autoelogiar diante do espelho, fazendo carão e dizendo "gostosa" a si mesma. No fim da novela, sequestra a filha de Isabel, mas acaba entregando a criança e se joga de uma ponte.

3 - Carminha (Adriana Esteves)

Novela: "Avenida Brasil" - de 28/06/2004 – 12/03/2005

Autor: João Emanuel Carneiro

Criada no lixão, Carmen Lúcia se tornou uma mulher fria e má. Se casa com Genézio (Tony Ramos), que tem uma filha ainda criança, e é atropelado por Tufão (Murilo Benício) no começo da trama. Além de dar o golpe do baú em Tufão, um ex-jogador de futebol rico, a vilã leva a enteada para o lixão, para ser criada por mãe Lucinda (Vera Holtz). A loira também arma o casamento de Max (Marcello Novaes) com sua cunhada e passa a trair o marido dentro de sua própria casa. Se revela assassina do "quem matou" da novela, ao confessar que matou Max, é presa e por fim termina onde começou: de volta ao lixão. "É tudo culpa da Rita!", diria Carminha, para justificar sua presença nesse top 20.

4 - Perpétua (Joana Fomm)

Novela: "Tieta" - de 14/08/1989 – 31/03/1990

Autor: Aguinaldo Silva

Beata conservadora e defensora da moral e dos bons costumes, Perpétua sempre foi amargurada, desde a juventude. Invejosa e recalcada, denunciou as saídas de Tieta (Claudia Ohana/ Betty Faria) para o pai, provocando sua humilhação pública e expulsão do agreste na primeira fase da trama. Viúva de um militar e mãe de dois filhos, Perpétua se mostra hipócrita e interesseira quando Tieta volta rica para a cidade, mais de 20 anos depois. No fim da novela seus dois segredos são revelados: Tieta tira sua peruca, revelando que a irmã é careca e o conteúdo de sua misteriosa caixa branca também é descoberto: o órgão genital do falecido marido.

5 - Flora (Patricia Pillar)

Novela: "A Favorita" - de 02/06/2008 – 16/01/2009

Autor: João Emanuel Carneiro

Diferentemente das outras, ela só foi revelada vilã no capítulo 100 da trama, que inovou ao manter o público e os outros personagens sem uma definição de quem era a boa e quem era a má. Donatela (Cláudia Raia) e Flora se acusavam mutuamente de terem cometido o assassinato de Marcelo (Flavio Tolezani) atpe um embate em que a loira confessa a autoria do crime e assume o posto de antagonista. Estrategista fria e cruel, ela passou 18 anos na prisão, mas quando é libertada arma um plano para se vingar da rival e tirar dela tudo que acredita lhe pertencer, iclusive Lara (Mariana Ximenes), sua filha. Uma de suas cenas mais marcantes é o circo de horror que arma numa mansão às escuras, para fazer Gonçalo Fontini (Mauro Mendonça) acreditar que sua mulher e neta foram mortas. Com uma lanterna em mãos, Flora provoca o terror na vítima, que acaba sofrendo um infarto e morre. Com sua cara de anjo e alma de demônio, Flora deixa seu "beijinho doce" no nosso ranking.

6 - Raquel (Gloria Pires)

Novela: "Mulheres de Areia" - de 01/02/1993 – 25/09/1993

Autora: Ivani Ribeiro

A gêmea má de Ruth é o extremo oposto da irmã. Ambiciosa, sensual e com temperamento forte, Raquel usa o fato de as duas serem iguais para se passar por Ruth e fisgar o ricaço Marcos (Guilherme Fontes), que se apaixona pela mocinha, mas é seduzido pela vilã, interessada em seu dinheiro. Mesmo depois de conseguir se casar, ela continua tendo um caso com Wanderlei (Paulo Betti), a quem realmente ama. Agressiva e egoísta, Raquel é dada como morta após sofrer um acidente no mar com Ruth, que se vê no lugar da irmã ao recobrar a consciência, situação provocada por Tonho da Lua (Marcos Frota), que coloca a aliança de casamento em seu dedo. A vilã, porém, sobrevive ao acidente e quando descobre que a irmã está se passando por ela, volta para se vingar. No final acaba morrendo num acidente de carro.

7 - Bia Falcão (Fernanda Montenegro)

Novela: "Belíssima" - de 07/11/2005 – 07/07/2006

Autor: Silvio de Abreu

Rica, elegante e poderosa, Bia Falcão tem horror a pobre, assim como a maioria das vilãs e vilões desta lista. Mas Bia e sua espressão "pobreza pega" viraram memes e até música, junto com "Eu sou rica" da Norma (Carolina Ferraz), da novela "Beleza Pura". Irascível e impaciente, ela quer sempre ser obedecida cegamente por todos ao seu redor. Porém, já se apaixonou por um homem pobre, Murat (Lima Duarte), que escolheu continuar com sua mulher, Katina (Irene Ravache), em vez de Bia e sua fortuna. A vilã abandonou Vitória (Claudia Abreu), a filha que nasceu dessa relação, ainda bebê, e disse a todos que a criança nasceu morta. A menina morou na rua, mas quis o destino que Pedro (Henri Castelli) seu neto, se casasse com a moça, anos depois. Depois de forjar a própria morte e praticar diversas maldades, Bia escapa da punição e termina a trama e Paris, nos braços do amante Matheus (Cauã Reymond), um garoto de programa.

8 - Branca Letícia de Barros Mota (Susana Vieira)

Novela: "Por Amor" - de 13/10/1997 - 22/05/1998

Autor: Manoel Carlos

De origem humilde, Branca se casou com Arnaldo (Carlos Eduardo Dolabella), herdeiro de família rica. Marcelo (Fábio Assunção), Milena (Carolina Ferraz) e Leonardo (Murilo Benício) são frutos da união, que dura mais de 25 anos. Apesar disso, ela nunca esqueceu Atílio (Antonio Fagundes), seu antigo namorado, a quem continua assediando constantemente. Divertida, e viajada, a loira é extremamente cruel com seus desafetos, Helena (Regina Duarte) e Nando (Eduardo Moscovis), por exemplo. A primeira por ter se casado com Atílio, o piloto por ser pobre e suburbano, perfil que ela pensa não servir para sua filha, que se apaixona por ele. Tem uma preferência visível por Marcelo, por achar que ele é o filho que teve com Atílio, mas acaba descobrindo que era Léo o filho do seu relacionamento verdadeiramente amoroso. Termina a trama sozinha na mansão da família, depois de suas armações e língua afiada terem afastado todos os parentes e amigos.

9 - Laurinha Figueiroa (Gloria Menezes)

Novela: "Rainha da Sucata" - de 02/04/1990 - 27/10/1990

Autor: Silvio de Abreu

Principal membro da família Albuquerque Figueroa,, Laurinha é uma socialite, refinada e elegante, mas falida. Casada com um homem muito mais velho, ela nutre uma paixão recolhida e proibida pelo enteado e se torna rival de Maria do Carmo (Regina Duarte), a sucateira emergente social que "compra" um casamento com Edu (Tony Ramos). Inescrupulosa, ela é capaz de tudo para conseguir o que quer. A cena em que ela se joga do alto de um prédio para incriminar a mocinha se tornou um clássico da teledramaturgia.

10 - Maria Altiva (Eva Wilma)

Novela "A Indomada" - de 17/02/1997 - 10/10/1997

Autor: Aguinaldo Silva

"Oxente, my God!" Maria Altiva Pedreira de Mendonça e Albuquerque jamais poderia ficar de fora dessa lista. Apesar de ser mesquinha, avarenta, soberba, ambiciosa e invejosa, essa falsa carola arrancava muitas risadas do público quando entrava em cena. Assim como Perpétua, de "Tieta", ela é defensora da moral e dos bons costumes, bem como guardiã da fé de Greenville. Após muitas e muitas maldades, Altiva teve um desfecho digno de bruxa má: se recusa a ser salva de uma tapera em chamas, que explode. A fumaça ecoa a risada e toma a forma da vilã, que promete voltar. De fato, em "Fina Estampa", novela do mesmo autor, Eva Wilma "reviveu" Altiva, na pele de Íris, que ao fim da trama foi para Greenville com sua assistente.

Altiva (Eva Wilma) morre no final da novela 'A Indomada'

11 - Félix (Mateus Solano)

Novela: "Amor à Vida" - de 20/05/2013 - 31/01/2014

Autor: Walcyr Carrasco

Um dos vilões mais cômicos da nossa lista, Félix ganhou o público com suas tiradas sarcásticas, frases de efeito e um bordão que foi ganhando inúmeras variações ao longo da trama. Além de "salgar a santa ceia", Félix jogou a sobrinha no lixo e fez de tudo para alcançar a presidência do hospital da família, tendo chegado até a conseguir a internação de Paloma (Paolla Oliveira), sua irmã, num manicômio, com direito a eletrochoque. Gay enrusitido, ele começou a novela com um casamento de fachada com Edith (Bárbara Paz), mas depois de perder tudo e se tornar vendedor de hotdog, assume a homossexualidade e engata um romance com Niko (Thiago Fragoso). Alcança a redenção no final da história e junto com Niko protagonizou o primeiro beijo gay da TV Globo, no último capítulo. Irônico, carismático manipulador, Félix não podia ficar de fora dessa lista, não é, meu doce?

12 - Maria de Fátima (Gloria Pires)

Novela: "Vale Tudo" - de 16/05/1988 a 06/01/1989

Autores: Gilberto Braga, Aguinaldo Silva e Leonor Bassères

Ambiciosa, sem escrúpulos e obcecada em ascender socialmente, ela dá o golpe na própria mãe, Raquel (Regina Duarte), ao vender a única propriedade da família, no Paraná, e fugir com o dinheiro para o Rio de Janeiro, para se tornar modelo. Se apaixona por César (Carlos Alberto Riccelli), um cafajeste, mas interessada na fortuna de Afonso Roitman (Cássio Gabus Mendes), resolve aceitar o acordo proposto por Odete Roitmann (Beatriz Segall), a mãe dele, para conseguir se casar e herdar parte da fortuna. Porém, sua relação com César é descoberta pela sogra e por isso ela fica sem nada. No fim da trama, se casa com um milionário italiano, também por interesse.

13 - Laura (Claudia Abreu)

Novela: "Celebridade" - de 13/10/2003 a 26/06/2004

Autor: Gilberto Braga

Além de toda dissimulação, golpes e falcatruas, Laura é uma vilã emblemática por ter sofrido um dos melhores revides de mocinha da história das novelas. Depois de ter conseguido tirar tudo de Maria Clara Diniz (Malu Mader), ela leva uma surra da rival, durante uma festa em sua homenagem, e fica com o rosto desfigurado por hematomas. Juinto com Marcos (Márcio Garcia), o amante a quem ela chama de "Michê", a "cachorra" forma uma dupla de crápulas que aprontaram de tudo, mas acabaram assassinados por Renato Mendes (Fábio Assunção)m outro vilão digno deste ranking, mas na disputa, perdeu seu lugar para Laura.

14 - Felipe Barreto (Antonio Fagundes)

Novela "O Dono do Mundo" - de 20/05/1991 a 04/01/1992

Autor: Gilberto Braga

O primeiro vilão de Antonio Fagundes era um cirurgião plástico inescrupuloso, corrupto e conquistador compulsivo. Acostumado a ter todas as mulheres que deseja, ele aposta com um amigo que levará para a cama Márcia (Malu Mader), a noiva virgem de seu funcionário Walter (Tadeu Aguiar), ainda antes do marido. Felipe e Márcia são flagrados na cama por Walter, que em seguida sofre um acidente fatal. A jovem engravida e é rejeitada pelo médico, que a aconselha a fazer um aborto. Ela então decide se vingar dele, mas em determinado momento da trama, rebaixado por suas perdas, o vilão se regenera e Márcia chega a se envolver novamente com ele. Contudo, no final do folhetim, vemos que a mudança de caráter foi uma farsa. O cirurgião usa novamente seu poder de sedução para conquistar a herdeira de um rico fazendeiro, mostrando que continua sendo um cafajeste.

15 - Clara (Mariana Ximenes)

Novela: "Passione" - de 17/05/2010 – 14/01/2011

Autor: Silvio de Abreu

Se fosse filha de Flora, de "A Favorita", Clara não se pareceria tanto com ela. Tal como a vilã de João Emanuel Carneiro, ela usa sua cara de anjo e pose de boa moça para enganar a todos e durante algum tempo da trama chegou a enganar inclusive o público, ao se dizer regenerada. Na verdade, é uma assassina fria e meticulosa. Foi criada e explorada sexualmente pela avó, Valentina (Daisy Lúcidi), que a levou para ser abusada por Saulo (Werner Schünemann). Adulta, foi trabalhar na casa dos Gouveia como cuidadora de Eugênio (Mauro Mendonça) a quem matou, mancomunada com Saulo. E depois assassinou o comparsa num motel, com uma facada. Protagonizou encontros tórridos com Fred (Reynaldo Gianecchini), seu amante, e se casou com Totó (Tony Ramos) por interesse. Planejou matar o marido, mas acabou caindo numa armadilha. Por fim, conseguiu fugir da prisão e após simular a própria morte (como Bia Falcão, de "Belíssima"), apareceu numa ilha no Pacífico, novamente trabalhando como cuidadora.

16 - Olavo Novaes (Wagner Moura)

Novela: "Paraíso Tropical" - de 05/03/2007 - 28/09/2007

Autor: Gilberto Braga e Ricardo Linhares

Como todo vilão, Olavo é um mau-caráter ardiloso e ambicioso. Usa sua inteligência e dissimulação para alcançar o poder no Grupo Cavalcanti, onde é diretor-financeiro. Sua principal vítima foi Daniel (Fabio Assunção) sobrinho e protegido de Antenor (Tony Ramos), o todo-poderoso da empresa. Cínico e perigoso, Olavo é simpático com todos e mantém uma boa relação com Daniel, mas tenta difamar a imagem e reputação dele desde o primeiro capítulo da novela. Se apaixona pela prostituta Bebel (Camila Pitanga) e a relação sensual e explosiva dos dois foi destaque na trama.

17 - Chayene (Claudia Abreu)

Novela: "Cheias de Charme" - de 16/04/2012– 28/09/2012

Autores: Izabel de Oliveira e Filipe Miguez

Essa piauiense é tão rainha que tem seu próprio dialeto, o "Chaynês". Suas expressões peculiares viraram bordões, como "curica", "chumbreguetes" e "perebíase". Diva decadente do eletroforró, ela se veste com figurino pra lá de extravagante e adora ser o centro das atenções. Grosseira, mandona e politicamente incorreta, ela humilha os empregados por isso bate de frente com as Empreguetes, grupo musical formado por Penha (Taís Araújo), Rosário (Leandra Leal) e Cida (Isabelle Drummond). Apesar de tantas maldades, ela se regenerou no fim da trama, e continua sendo querida por seus "amadinhos". Para quem morre de saudades, pode esperar o retorno de Chay e o trio das Empreguetes, que vão estar em breve nas telas do cinema.

18 - Violante (Drica Moraes)

Novela: "Xica da Silva"- de 17/09/1996 a 11/08/1997

Autor: Walcyr Carrasco (sob o pseudônimo Adamo Angel)

Mais uma das vilãs carolas e defensoras da moral, Violante só veste luto, tal como Perpétua. Racista acima de tudo, mesmo se dizendo religiosa, é cruel com os escravos e só se refere a Xica (Taís Araújo), sua rival, como "macaca". Era noiva do Contratador João Fernandes (Victor Wagner), mas ele se apaixonou e assumiu Xica como sua mulher, o que aguçou ainda mais o ódio da vilã. Dentre suas maldades, ela comprou um escravo para estuprar Micaela (Teresa Sequerra), armou com uma negra para seduzir o contratador e foi responsável pela morte da mãe de Xica e da condenação da própria pela igreja por praticar bruxaria. No final da trama foi abandonada em um castelo português por João Fernandes depois de ter perdido a virgindade com ele; ficou louca e acabou internada num manicômio.

19 - Leôncio (Rubens de Falco)

Novela: "Escrava Isaura" - de 11/10/1976 – 05/02/1977

Autor: Gilberto Braga

As maldades de Leôncio contra a escrava branca por quem ele era apaixonado o tornaram objeto da repulsa dos telespectadores. Vilão de uma das novelas mais conhecidas, um clássico da teledramaturgia, ele foi um homem mesquinho, que por não ter o amor correspondido por Isaura, lhe aplicava castigos severos, desde trabalhos forçado na lavoura a até mesmo ser presa ao tronco para ser açoitada. No fim da trama Leôncio vai à falência e se suicida depois de ter todos os bens, inclusive Isaura, arrendados por Álvaro (Edwin Luisi), o par romântico da escrava.

20 - Idalina (Nathalia Timberg)

Novela: "Força de um Desejo" - de 10/05/1999 - 28/01/2000

Autores: Gilberto Braga e Alcides Nogueira

A sétima vilã de Gilberto Braga nesse ranking ocupa o último, mas não menos importante lugar da lista. Maquiavélica, Idalina era capaz das piores crueldades para infernizar a vida de Ester Delamare (Malu Mader), na tentativa de afastá-la de sua família. A mocinha é uma ex-cortesã, que se apaixona por Inácio (Fábio Assunção) mas acaba se casando com o pai dele, Henrique Sobral (Reginaldo Faria). Junto com sua fiel escudeira Alice (Lavínia Vlasak), Idalina cometeu inúmeros delitos, que acabam por levá-las para a prisão no fim da trama.

Idalina (Nathalia Timberg) desmascara Ester (Malu Mader), na novela 'Força de um Desejo'
Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.