Ana Paula, do 'BBB16', mantém benefícios após desclassificação do reality show

Compartilhe no Facebook
Popularidade da jornalista faz com que a TV Globo mantenha o contrato da mineira. Outros ex-participantes expulsos ou desistentes não tiveram o mesmo destino

Ana Paula foi desclassificada da 16ª edição do "BBB" por ter agredido Renan com dois tapas. Diferentemente de outros participantes que foram expulsos ou desistiram do programa, a jornalista tem aparecido em overdose nos programas da TV Globo. A mineira trouxe de volta ao 'BBB' uma popularidade que há muitos anos não se via, por este motivo a emissora abriu mão de rescindir o contrato de um participante que não cumpriu uma regra que culminou na expulsão do reality show.

Teoricamente, o participante desclassificado ou desistente perde o direito a alguns benefícios, como manter o contrato - todos assinam acordo com a emissora por 6 meses antes de começar o programa - cachê de R$ 600 por semana que esteve na atração, participações em merchandising, plano de saúde e presença garantida nos programas da emissora. Aliás, a TV Globo estuda o futuro de Ana Paula na emissora, que teve seu cachê reforçado, segundo a colunista Keila Jimenez.

Ex-participantes não tiveram privilégios de Ana Paula

O participante Daniel, do 'BBB12' foi desclassificado do programa e não teve o cachê mantido. Já Alan, do "BBB16", desistiu do programa porque seu pai estava mal de saúde. Tanto na vinheta de abertura do programa quanto sua foto no site oficial foram apagadas, como se ele nunca tivesse existido na atração.

(Por Victor Tavares)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Comentários