Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Órfãos da Terra
Novela Verão 90
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Jezabel
Novela Bom Sucesso
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
BBB19
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Cáqui fashion: a cor deixa para trás o rótulo de monótona e vira hit nos looks

Foi-se o tempo em que uma peça bege era sinônimo de visual sem graça e antiquado. Atualmente, todas as variações de cáqui estão em alta e fazem bases neutras perfeitas para looks cheios de potencial. Aprenda a trabalhar a cor usando novas texturas, sobreposições e proporções superinteressantes para atualizar a produção. As roupas cáqui são atemporais, pode apostar!

O nome cáqui tem origem hindu. A palavra, do original khaki, vem de "khak", que significa terra, pó. E é exatamente essa paleta, que vai dos tons de telha ao bege mais claro, que tem feito a cabeça dos fashionistas há algumas temporadas. Vale lembrar que até pouco tempo atrás, os tons de bege estavam no ostracismo fashion e eram considerados caretas, antiquados ou sem graça. Como na moda toda tendência pode sofrer uma reviravolta, a cartela que gira em torno dos tons terrosos não poderia ser mais "in" atualmente.

Trabalhando os clássicos

Apesar de "apagado", o cáqui é um clássico da moda. Para quem ainda resiste aos tons de bege, o investimento em itens básicos pode ser a chave para atualizar o olhar. Uma calça em alfaiataria, por exemplo, pode ser combinada com uma parte de cima com tons mais vibrantes, que trazem alegria (ou mesmo um contraste) para o look na região mais perto do resto. Isso evita que quem use fique muito pálida. Os paletós ou casacos mais longos são, também, um investimento certeiro como pode ser visto na passarela da coleção de meia-estação (cruise) 2020 da Prada. A fashionista Bruna Marquezine escolheu um conjuntinho assim para ir a uma exposição. A marca investiu num jogo de proporções ultra vanguardista para tirar o bege do lugar comum.

Um jogo de texturas

Para tirar o bege da mesmice, nada como investir em texturas surpreendentes. A Neriage, grife que estreou na última edição da São Paulo Fashion Week (#47) por exemplo, além de trabalhar as proporções de uma forma muito mais interessante, também traz texturas como o plissado, as nervuras e os tecidos com toque de brilho, que faz com que o look ganhe um fator a mais de fashionismo no resultado final. Materiais como o couro, como mostra, por exemplo, o desginer Jonatham Simkai em sua primavera/verão 2019/20, fazem o bege -- originalmente neutro -- ganhar um ar mais poderoso e até sensual, se utilizado em um vestido cheio de recortes estratégicos, por exemplo.

Para a vida toda

Falamos por aqui que uma aposta sem erro em itens da cor envolve peças que compramos para durar "uma vida", esse é o caso do blazer, trench coat ou sobretudo. Além deles, os acessórios são, também, investimentos à prova de erros. É que além de clássicos, os sapatos -- tendência forte para este inverno -- e bolsas em tons de cáqui combinam com tudo e deixam qualquer produção um pouco mais elegante. Para equilibrar um visual em bege um ótimo truque é investir em uma maquiagem mais marcante (alô batom vermelho!) ou mesmo em uma peça que faça contraste com seu próprio tom de pele.

(por Deborah Couto)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.