Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Império
Novela A Vida da Gente
Novela Gênesis
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela A Viagem
Resumo de novelas
TV
Power Couple
BBB21
Domingão do Faustão
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliette
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Dieta

Apresentador é denunciado ao Ministério Público após fala racista sobre Ludmilla

ONGs pedem ao órgão direito de resposta e indenização por danos morais coletivos

Ludmilla ganhou o apoio de ONGs após ter sido chamada de "pobre macaca" por Marcão durante o quadro "Hora da Venenosa", do "Balanço Geral DF", da Record TV Brasília. Em sua defesa, apresentador demitido da emissora alegou ter usado um vício de linguagem, pediu perdão para a funkeira, mas disse que a cantora hoje "vive de processos". O Intervozes - Coletivo Brasil de Comunicação Social e o Andi - Comunicação e Direitos entraram com representação no Ministério Público Federal (MPF) pedindo providências.

No programa exibido no início da tarde, Marcão comentou a suposta negativa de Ludmilla em atender fãs em procissão marítima e em restaurante do Rio. A intérprete de "É Hoje" negou qualquer mal-estar com os admiradores e chamou de "desrespeito absurdo" o comentário do apresentador. Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal "Folha de S.Paulo", nesta sexta-feira (20), a fala do apresentador ofendeu não apenas à cantora, como os negros em geral e caracterizou discriminação racial, na visão das ONGs.

As organizações afirmam também que houve desrespeito "às normas em vigor para a radiofusão brasileira e demais leis do ordenamento jurídico" pela Record, concessionária de um serviço público. As ONGs pedem direito de resposta aos grupos atingidos e também indenização por danos morais coletivos. Esses pedidos ainda estão sendo analisados pelo MPF. A emissora de Edir Macedo em um primeiro suspendeu Marcão, porém logo depois anunciou a rescisão do seu contrato.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.