Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Bom Sucesso
Novela Órfãos da Terra
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Éramos Seis
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
The Voice Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Cabelos criativos e pés habilidosos: veja 11 jogadoras cheias de estilo na Copa

A Copa do Mundo da França está repleta de jogadoras que, além de representarem dentro das quatro linhas, batem um bolão quando o assunto é visual. O Purepeople montou uma seleção com as atletas que, além de cabelos coloridos e cheios de personalidade, se mostram engajadas na luta pela igualdade de gênero no esporte em diferentes lugares do mundo. Confira a lista!

Copa do Mundo de Futebol Feminino e vaidade têm, sim, tudo a ver! E não foi só a nossa "rainha" Marta com seu batom roxo que provou isso. Em diferentes seleções integrantes do torneios, atletas com cabelos cheios de personalidade, com cores e cortes diferenciados estão quebrando estereótipos sobre beleza e desempenho dentro de campo. Além de mandarem bem nas quatro linhas, elas esbanjam estilo. O Purepeople listou as 11 que têm os penteados mais originais. Confira!

1 - Ludmila, do Brasil

A atacante brasileira, cuja semelhança com a xará cantora gerou comentários nas redes sociais, aderiu às tranças e sempre está com o visual em dia. Conhecida e elogiada por especialistas por sua velocidade dentro de campo, a camisa 19 do Brasil, de 24 anos, aparece sempre poderosa nos cliques dentro de campo, com os fios dando ainda mais movimento às fotos.

2 - Megan Rapinoe, dos EUA

A americana é um dos principais nomes de sua seleção e, com ela, coleciona títulos como o ouro na Olimpíada em 2012 e título mundial em 2015. Para tentar o bicampeonato mundial, coloriu os fios de rosa! Mas nem pense em associar cor a qualquer possível padrão: assim como nossa camisa 10, Meghan usa sua voz para lutar pela igualdade de salários entre o futebol masculino e feminino. E a atleta vai além: opositora do governo de Donald Trump, Megan se recusa a cantar o hino. "Como uma americana gay, eu sei o que significa olhar para essa bandeira e não tê-la como símbolo de proteção à sua liberdade. É algo pequeno que eu poderia fazer e planejo continuar fazendo para tentar espalhar uma discussão importante sobre isso", destacou em entrevista anterior.

3 - Sophie Schmidtt, do Canadá

A camisa 13 do Canadá coloriu os fios em um degradê de rosa e loiro. Dona de duas medalhas de bronze com a equipe, a meio-campo está em busca do título inédito para o país na edição deste ano na França.

4 - Shenice Van de Sanden, da Holanda

Aqui no Purepeople já contamos que o animal print está na moda: ele vai continuar como trend no inverno e, para as fashionistas mais discretas, pode ser incorporado até mesmo no sapato. Mas se tem um adjetivo que pode ficar de fora da descrição de Shenice Van de Sanden é discreta. A holandesa, que defende o Lyon na Liga Europeia de Futebol Feminino, é considerada uma das jogadoras mais velozes do mundo e, por isso, escolheu um visual inspirado em leopardo para seus fios. Dentro de campo, ela também não abre mão de um delineado poderoso e de batons fortes.

5 - Francisca Ordega, da Nigéria

Representante da seleção nigeriana na Copa do Mundo e do Atlético de Madri, Francisca e suas companheiras de equipe ainda enfrentam um grande preconceito no país africano. Por lá, o futebol feminino é ainda menos reconhecido. Tanto que sequer está acontecendo cobertura nacional da competição esportiva. "Muitas vezes, as pessoas nem sabem que alguma coisa está acontecendo. Eles nem cobrem essa Copa do Mundo, o que acho ruim. Se fosse a equipe masculina, algo definitivamente teria sido feito", lamentou a jovem de 25 anos. Isso, no entanto, não a desmotivou de apostar em tranças coloridas para entrar em campo. E quem disse que na Copa não tem transformação de visual: no jogo mais recente da Nigéria, Francisca se despediu das tranças e roubou a cena de maria-chiquinha. Puro estilo!

6 - Claudine Meffometou, de Camarões

A seleção de Camarões está apenas em sua segunda Copa do Mundo de Futebol Feminino, mas quando o assunto é estilo, as camaronesas mostram que têm de sobra: Claudine, dona da camisa 12, é adepta de tranças. A atleta de 29 anos misturou mechas loiras e pretas em seu visual e tem feito sucesso nas redes sociais.

7 - Gaelle Enganamouit, de Camarões

Outra representante de Camarões que está na seleção Purepeople de mais estilosas é Gaelle Enganamouit. Por conta das cores de sua bandeira, a atleta de 27 anos escolheu um tom de verde para as madeixas curtinhas.

8 - Janine Van Wyk, da África do Sul

A cor secundária, aliás, também foi a escolhida pela camisa 5 da seleção sul-africana para seu cabelo. E se tem uma seleção que deve ser homenageada este ano, é a da África do Sul: este ano, a Seleção Sul-Africana equiparou os salários dos atletas das equipes masculinas e femininas. O feito foi comemorado por Janine: "É uma conquista incrível. Lutamos por muito tempo para conseguir a igualdade no esporte".

9 - Rita Chikwelu, da Nigéria

Companheira de equipe de Ordega, Rita Chikwelu também é fã de cores fortes! A meio-campo de 31 anos esbanja simpatia com seu visual. Em suas redes sociais, prova que rivalidade só existe dentro de campo: ao encontrar com Janine Van Wyk, não perdeu a chance de posar com a sul-africana e ainda a elogiou de "super-capitã"!

10 - Konya Plummer, da Jamaica

A estreia da Copa do Mundo contra a Jamaica foi marcada pela goleada do Brasil no time africano. No entanto, na equipe rival, o visual descontraído de Konya se destacou: com apenas 21 anos e capitã da equipe, Konya mostrou toda sua habilidade em campo usando maria-chiquinhas. A participação da camisa 5 no mundial, bem como de toda a seleção jamaicana só aconteceu, aliás, graças a um incentivo de peso. Cedella Marley, filha mais velha de Bob Marley, levantou fundos para que a seleção de futebol feminino fosse criada no país. Por faltas de incentivos governamentais, ela havia sido cortada, sem qualquer reflexo no time masculino.

11 - Kadeisha Buchanan, Canadá

Zagueira, goleadora e com muito estilo: Kadeisha Buchanan, a camisa 3 do Canadá, foi decisiva na partida contra camarões. A defensora da seleção com o quinto lugar tem as tranças como protagonistas de seu visual e adora fazer penteados diferentes com elas, como o usado por ela para comemorar o título do Lyon, time que representa fora do campeonato mundial.

(Por Marilise Gomes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.