Morte de Selena completa 28 anos: saiba os detalhes sórdidos do assassinato brutal da rainha da música latina
Atualizado em 31 de março de 2023 18:53
Publicado em 31 de março de 2023 18:50
Por Matheus Queiroz | Notícias dos famosos, TV e reality show
Jornalista por vocação, apaixonado por música, colecionador de CDs e neto perdido de Rita Lee.
Selena foi assassinada por Yolanda Saldívar, uma grande fã que conquistou sua confiança e se tornou administradora de sua loja. Saiba todos os detalhes desse crime que chocou a comunidade latina.
Como foi a morte de Selena? Saiba detalhes chocantes do assassinato da estrela da música latina Selena Quintanilla se tornou um verdadeiro fenômeno no começo dos anos 1990 nos Estados Unidos e no México Selena logo passou a conquistar muitos fãs e uma em especial chegou até o pai da cantora com uma grande ideia: montar um fã-clube para a artista A enfermeira Yolanda Saldívar se tornou presidente de um fã-clube para Selena Yolanda Saldívar conquistou a confiança de Selena e, anos depois, se tornou administradora das boutiques da cantora
Veja + após o anúncio

Há exatos 28 anos, o mundo assistia atônito à despedida a uma das principais estrelas da música latina: a cantora Selena. Consagrada como a Rainha do Tex-Mex, a artista se tornou um verdadeiro fenômeno no começo dos anos 1990 nos Estados Unidos e no México. Dona de hits como "Amor Prohibido" e "Como La Flor" e ganhadora de um Grammy, ela ajudou a popularizar ainda mais a música de língua espanhola no país.

Selena foi assassinada aos 23 anos por Yolanda Saldívar, uma grande fã que conquistou sua confiança e se tornou administradora de sua loja - e atualmente está presa e corre sério risco de vida. Mas como as coisas se desenrolaram até esse ponto? No dia em que a morte da cantora completa 28 anos, o Purepeople te conta todos os detalhes desse crime que chocou a comunidade latina.

COMO SELENA CONHECEU SUA ASSASSINA?

Selena Quintanilla-Pérez, ou simplesmente, Selena nasceu nos Estados Unidos, em abril de 1971. Começou a carreira ainda na infância por influência de seu pai, o ex-músico Abraham Quintanilla. No começo da década de 1980, ele montou uma banda com todos os filhos: Suzette Quintanilla assumiu a bateria, A.B. Quintanilla III comandou o baixo e Selena ficou responsável pelos vocais.

Em apenas dois anos, a banda Selena Y Los Dinos se tornou um sucesso regional e não demorou muito para o carisma e o star quality de Selena chamarem atenção do público. Em 1989, contratada por uma grande gravadora, ela abandona a marca e passa a assinar simplesmente como Selena. É o início de uma carreira meteórica que transformou a música tejana em um dos ritmos mais populares dos Estados Unidos.

Com o sucesso, Selena logo passou a conquistar muitos fãs e uma em especial chegou até o pai da cantora com uma grande ideia: montar um fã-clube para a artista para suprir a falta da imprensa local, que pouco repercutia o sucesso da estrela. Essa fã era Yolanda Saldívar, uma enfermeira de 31 anos nascida no Texas. Ela marcou uma reunião com Abraham, que lhe concedeu o direito de fundar um fã-clube para Selena em San Antonio.

O empenho de Yolanda foi tanto que, em menos de três anos, o fã-clube presidido por ela já contava mais de 8 mil membros, se tornando o maior de San Antonio. Para fazer parte, era preciso pagar uma taxa de 22 dólares. Em troca, o fã recebia produtos e informações privilegiadas sobre a artista.

Com sua dedicação à carreira de Selena, ela começou a se aproximar da família Quintanilla. A primeira a fazer amizade com a enfermeira foi Suzette. Depois de conquistar a confiança dos parentes, Yolanda aprofundou a relação com Selena e virou sua assistente pessoal. Ela desistiu da carreira de enfermeira para se dedicar integralmente ao trabalho com a cantora, mesmo com um salário menor do que ganhava nos hospitais.

Muito ligada ao mundo da moda, Selena decidiu, em 1994, abriu duas boutiques que misturavam loja de roupas com salão de beleza. A cantora, então, escolheu Yolanda para ser a principal administradora do empreendimento, visto que, com a rotina de shows, ela não daria conta de assumir esta função. Com isso, ela passou a assinar e receber cheques, além de ter acesso às contas bancárias das lojas e das mensalidades dos fã-clubes.

SELENA FOI ROUBADA POR YOLANDA SALDÍVAR

Em janeiro de 1995, o pai de Selena começou a receber reclamações de diversos fãs, que não estavam recebendo os benefícios prometidos pela mensalidade do fã-clube. Com isso, Abraham decidiu abrir uma investigação secreta e descobriu que Yolanda vinha desviando dinheiro das empresas.

Só com cheques de fãs e das boutiques, o rombo foi de mais de 60 mil dólares. Com o cartão de crédito da loja, ela chegou a comprar um carro e dois celulares e gastou fortunas em restaurantes de luxo. Selena ficou incrédula ao descobrir a traição da amiga de confiança.

No dia 9 de março de 1995, Abraham convocou uma reunião, onde confrontou Yolanda sobre os rombos financeiros. Diante da falta de explicação, ele a demitiu e proibiu que ela voltasse a se aproximar de Selena. No dia seguinte, Saldívar foi removida da função de presidente do fã-clube e seu nome foi retirado de todas as contas bancárias da boutique.

No dia 11 de março de 1995, um dia depois da oficialização da demissão, Yolanda foi até uma loja de armas em San Antonio e comprou um revólver de calibre .38 e balas que foram desenhadas para provocar uma lesão ainda mais grave que as normais.

Ela alegou ter comprado o dispositivo para se proteger do familiar de um paciente que estaria ameaçando-a, uma justificativa que não fazia sentido, já que ela não atuava mais como enfermeira. Durante todo o mês, Selena manteve contato com a ex-funcionária porque precisava receber de volta extratos bancários e outros documentos relacionados à boutique.

No dia 30 de março, Yolanda ligou para Selena e disse que foi estuprada durante uma viagem ao México. A cantora, então, foi até ao encontro da ex-enfermeira no hotel Days Inn, onde ela estava hospedada. Ela foi acompanhada do marido, o guitarrista Chris Pérez. Elas tiveram uma discussão e a artista decidiu ir para casa, mais uma vez, sem os documentos que necessitava resgatar.

Naquela noite, Yolanda disse que estava sangrando por conta do estupro e pediu a companhia de Selena para ir ao hospital. Ela se negou a ir por conta do horário, mas, sem que ninguém soubesse, combinou de se encontrar com a ex-funcionária na manhã seguinte.

O ASSASSINATO DE SELENA

Na manhã do dia 31 de março de 1995, Selena levou Yolanda a um hospital, onde ficou comprovado que a enfermeira não tinha sinais de estupro pelo corpo. Ciente de que havia caído em mais uma mentira, a cantora sugeriu que elas rompessem de vez a amizade e elas tiveram uma grande discussão no caminho de volta.

Na chegada do hotel, Yolanda conseguiu atrair Selena para seu quarto, com a desculpa de que finalmente iria entregar os documentos. Hóspedes relataram terem ouvido gritos e discussões vindo do quarto onde a enfermeira estava.

Enquanto fuçava as coisas de Yolanda em busca dos documentos, Selena se deparou com a arma de fogo. Pouco antes do meio-dia, Saldívar apontou a arma para a cantora, que tentou fugir. Nesse momento, a arma é disparada e Selena é atingida no ombro esquerdo.

Selena continuou a correr e conseguiu alcançar o lobby do hotel, uma corrida estimada em 119 metros. A cantora chegou ao local com a mão no peito e pedindo ajuda, enquanto sangrava bastante. Mesmo com pouca força, ela falou o nome de Yolanda e deu o quarto onde a ex-assistente estava hospedada.

Funcionários do hotel acionaram uma ambulância. Enquanto o socorro não chegava, ela implorava que eles corressem atrás de Yolanda, com medo de ser baleada novamente. Testemunhas relatam que a cantora gemia e se contorcia, à medida em que os olhos reviraram e os sinais vitais pareciam desaparecer.

O tiro que atingiu Selena acertou uma artéria, o que resultou em uma grave perda de sangue. Os paramédicos que a atenderam no local chegaram a tentar reanimá-la com o objetivo de recuperar a circulação sanguínea. Até mesmo uma injeção intravenosa não fazia mais efeito por conta da deterioração das veias.

Selena chegou ao hospital ao meio-dia, mas não havia mais sinais vitais. Precisamente, às 13h05 do dia 31 de março de 1995, a morte da rainha da música latina foi decretada.

A assassina tentou fugir do hotel, mas foi vista por um policial. Dentro de sua camionete, Yolanda foi abordada, mas se recusou a sair do veículo. Ela resistiu e chegou a dirigir alguns metros, até que foi fechado pelo carro dos agentes.

Yolanda, então, apontou a arma para a própria cabeça e ameaçou se matar. Foram seis horas de negociação até que ela decidiu se entregar. Ela alegou que foi um tiro acidental. A ex-enfermeira foi condenada, em outubro de 1995, à prisão perpétua, mas a expectativa é que em 2025, quando o crime completar 30 anos, ela tenha direito à liberdade condicional.

O LEGADO DE SELENA APÓS A MORTE

O assassinato de Selena teve ampla repercussão na mídia americana, não apenas pelos detalhes chocantes da morte, mas, também, pelo fim precoce da carreira de uma estrela que se preparava para expandir seu público.

Depois de conquistar a comunidade latina nos Estados Unidos e se tornar um fenômeno no México, Selena se preparava para lançar o primeiro álbum em inglês e planejava uma turnê mundial no ano seguinte. Meses depois de sua morte, as músicas que já estavam prontas foram lançadas em um álbum póstumo, que se tornou o primeiro disco em espanhol da história a debutar na primeira posição da parada americana.

A vida de Selena também foi contada no filme homônimo, estrelado por Jennifer Lopez. Foi este trabalho que alçou JLo ao status de grande estrela. Em 2020, a história da cantora também foi retratada em uma série da Netflix.

Palavras-chave
Famosos Internacionais Principais notícias Entretenimento Polícia Polêmica Morte
Sobre o mesmo tema
Água com limão, salmão selvagem e mais: Gisele Bündchen detalha nova dieta e mudança completa de hábitos. Saiba o que a modelo come!
Água com limão, salmão selvagem e mais: Gisele Bündchen detalha nova dieta e mudança completa de hábitos. Saiba o que a modelo come!
24 de maio de 2024
Morte de Naya Rivera completa 4 anos! Afogamento da atriz de 'Glee' mobilizou 100 pessoas e corpo foi achado flutuando 5 dias depois; relembre
Morte de Naya Rivera completa 4 anos! Afogamento da atriz de 'Glee' mobilizou 100 pessoas e corpo foi achado flutuando 5 dias depois; relembre
8 de julho de 2024
Notícias similares
Preso por embriaguez, Justin Timberlake mandou Britney Spears 'parar de beber' em 2007? Vídeo antigo viraliza e agita web
Preso por embriaguez, Justin Timberlake mandou Britney Spears 'parar de beber' em 2007? Vídeo antigo viraliza e agita web
19 de junho de 2024
Horas após a morte de Anderson Leonardo, integrantes do Molejo são assaltados no RJ. Saiba detalhes
Horas após a morte de Anderson Leonardo, integrantes do Molejo são assaltados no RJ. Saiba detalhes
27 de abril de 2024
Últimas Notícias
Últimas Notícias