Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Órfãos da Terra
Novela Verão 90
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Jezabel
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
BBB19
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Equipe do 'JN' sai na defesa de jornalista vítima de racismo: 'Somos todos Maju'

Compartilhe no Facebook

Após ser alvo de comentários racistas na página do Facebook do "Jornal Nacional", Maria Júlia Coutinho, apelidada por William Bonner como Maju, ganhou nesta sexta-feira (03) o apoio de Bonner, Renata Vasconcellos e toda a equipe do programa. No vídeo, também publicado na página, os jornalistas disseram em coro: "Somos todos Maju". Para reafirmar o gesto de solidariedade, Renata ainda exibiu um papel em que se lia: "#SomosTodosMaju". Em menos de meia hora, a gravação já ultrapassava 30 mil curtidas. Recentemente, a garota do tempo recebeu elogios do companheiro de trabalho por sua participação no "Programa do Jô".

Veja também

Também nesta sexta, o marido de Fátima Bernardes publicou em sua conta do Instagram uma homenagem a Maria Júlia. "Tá, o tio aprendeu que a gente deve dizer que o tempo 'é firme', quando não tem chuva, nem chuvica, nem chuvona. Mas, no JN, o tempo é sempre bom, com você", escreveu o jornalista, que já se referiu à colega como "uma das novidades mais felizes" do jornal.

Tudo começou quando na noite desta quinta-feira (02) foi publicada uma imagem de Maria Júlia com a previsão do tempo na região central do Brasil. Momentos depois, alguns fãs da página escreveram cometários preconceituosos em relação a ela: "Em pleno século 2015, ainda temos preto na TV", disse um. "Só foi ela chegar aqui e o tempo ficou seco igualmente a um carvão em cinzas", disparou outro. Não demorou para alguns seguidores saírem em defesa da jornalista. "Por favor 'Jornal Nacional', Ministério Público, autoridades e William Bonner, tomem as providências necessárias em favor da Maju. Excelente profissional!", defendeu uma internauta. "Negra, linda, inteligente e supercarismática. Ela está aonde deveria estar, pois lutou por isso", elogiou outro.

Maria Júlia já foi alvo de racismo: 'Não me abalo'

Em recente entrevista ao jornal "O Dia", Maria Júlia fez elogios ao colega de trabalho William Bonner e relembrou o momento da carreria em que foi alvo de preconceito racial. Sua estreia foi na TV Cultura e há dois anos está na Globo, passando por telejornais como o "Hora Um da Notícia", sempre abordando a previsão do tempo.

Apesar de ter sido bem aceita pelo público, a jornalista declarou que já foi vítima de preconceito. "Quando é uma crítica ao meu trabalho, a uma expressão errada, eu procuro responder. Se é uma bobagem, eu não ligo. Mas se a crítica é racista e cerceia meu direito de liberdade, não deixo passar. Mas não me abalo. Gosto do meu cabelo crespo".

(Por: Bruna Rossi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.