Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Êta Mundo Bom!
Novela Novo Mundo
Novela Fina Estampa
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Erika Januza pede respeito após ser alvo de racismo: 'Não baixo minha cabeça'

Compartilhe no Facebook
Uma hater disparou comentários preconceituosos contra a atriz e chegou a torcer pela morte da famosa no Instagram. Em seu perfil, a artista lamentou o ataque e pediu respeito: 'Não falo só por mim mas o cansaço é por ver coisas desse tipo todos os dias, com as mais diversas pessoas. Com todos os irmãos, pessoas de bem, homossexuais ou quem quer que seja que sofre algum tipo de preconceito. Só quem passa sabe'

Erika Januza viveu uma personagem que sofria com racismo na novela "O Outro Lado do Paraíso" e, nesta segunda-feira (29), lamentou ser alvo de preconceito racial na internet. Uma hater disse que odeia a atriz, atualmente no ar no "Dança dos Famosos", e chamou de "fedida" no Instagram. "Eu odeio a Erika Januza. Quem acha feia e fedida curte e comenta", escreveu na plataforma. "Eu adorei que o Bolsonaro ganhou. Assim ele manda matar esses negros fedidos e a Erika Januza vai junto. Odeio essa mulher", comentou em uma postagem. Em seu perfil, a artista desabafou sobre o ataque: "Eu vejo que quando se ataca um negro pelo simples fato de ser, você atacou todo um grupo. EU vejo assim. Um amigo me perguntou como eu estava, pois essas coisa mexem muito com o psicológico. Respondi: meu psicológico está calejado. Sou negra há 30 anos! A cada dia um novo desafio".

Atriz pede respeito: 'Somos pessoas'

"Não falo só por mim mas o cansaço é por ver coisas desse tipo todos os dias, com as mais diversas pessoas. Com todos os irmãos, pessoas de bem, homossexuais ou quem quer que seja que sofre algum tipo de preconceito. Só quem passa sabe, só quem ouve, lê, sente um olhar atravessado, sente alguém segurando mais forte a bolsa, te confunde com o funcionário da loja, enfim... são inúmeras as situações que podemos viver em nosso dia a dia. O fato de ser uma atriz ainda me protege, um pouco, já que as pessoas me reconhecem, ou gostam de algum trabalho: aquela negra... é atriz. E aquela doméstica? E aquela gari? E aquela enfermeira? E aquela Advogada? Somos pessoas. Merecemos respeito. Estamos em uma nação onde mais da metade é composta por negros e com certeza tem um pouco de nós em todos O sangue em suas veias ou em alguma construção aí pela cidade. Fomos à base do trabalho de construção de muita coisa neste país as custas de muito sofrimento", escreveu Erika, que já confundida com uma empregada no passado.

Artista garante: 'Eu não baixo minha cabeça'

Para finalizar, Erika prometeu continuar lutando contra o racismo: "Um dia ouvi de uma pessoa muito 'importante', não dá mais pra limpar o sangue do brasileiro. É! As pessoas dizem coisas assim. E ainda dizem que racismo é mimimi. Esta doença está aí, latente. Às vezes oculta, mas latente. Eu não baixo minha cabeça. Me entristece, mas não me derruba. Representatividade! É necessária! Sigamos, firmes, fortes, corajosos".

(Por Tatiana Mariano)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.