Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Gênesis
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
BBB21
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Ludmilla assume fios naturais após transição capilar: 'Achava meu cabelo errado'

Compartilhe no Facebook
A cantora exibiu o cabelo natural para a revista 'Joyce Pascowitch' de julho após passar por uma transição capilar. À publicação, a funkeira assumiu a dificuldade para aceitar o visual: 'Cresci achando que meu cabelo era errado, o mais feio do planeta e andava com várias pessoas que alisavam. Ter cabelo cacheado ou crespo não existia para mim. Hoje, aprendi a usá-lo e entendi que todos nós somos bonitos'

Conhecida pelas constantes mudanças de visual, Ludmilla iniciou a transição capilar no ano passado e exibiu os fios naturais para a edição de julho da revista "Joyce Pascowitch". Segundo a cantora, foi difícil assumir os cachos: "Cresci achando que meu cabelo era errado, o mais feio do planeta e andava com várias pessoas que alisavam. Ter cabelo cacheado ou crespo não existia para mim. Hoje, aprendi a usá-lo e entendi que todos nós somos bonitos, basta a gente botar para fora e confiar mais na gente".

Cantora assume que foi alvo de preconceito: 'Não é mimimi'

A funkeira assumiu que foi vítima de racismo no início da carreira: "Já sofri muito e ainda sofro. Teve marca que queria uma cantora para representá-la, mas por ser negra disse que eu não servia. As pessoas tentam tapar o sol com a peneira, mas ainda acontece demais. Não é mimimi!". Por causa disso, a cantora se tornou "militante" no assunto, mas admitiu que "chegou até aqui sem pensar, sou feminista, sou isso ou aquilo": "Muita gente coloca discurso em cima de mim, querem uma representatividade. Sei que a minha figura é bem importante no meu país e para várias meninas de onde eu vim, mas estou vivendo e só desejo que as pessoas sejam felizes".

Funkeira lembra multidão em Angola: 'Me senti a Beyoncé'

No começo do ano, a cantora fez a primeira turnê pela Europa e cantou para 20 mil pessoas em Angola. A recepção no país foi bastante calorosa: "Quando cheguei ao aeroporto, me perguntaram: 'você sabe que tem um batalhão lá fora te esperando?' Era tipo estrela internacional. Estava me sentindo a Beyoncé no Brasil".

Artista fala de sucesso: 'Estou gastando minha bufunfa toda'

Ludmilla contou que usou o dinheiro da fama com casas no Rio de Janeiro, em Angra dos Reis, barco e jet ski. A propriedade na Cidade Maravilhossa possui boate, piscina vermelha, sala de jogos e academia: "Estou gastando minha bufunfa toda. Quando não era famosa, perguntava: 'Gente, onde os artistas se enfiam? Agora descobri: em casa!". Com o sucesso, a cantora conseguiu realizar o sonho de se hospedar no Copacabana Palace: "Eu ia para a praia e ficava olhando o hotel de longe e achava o máximo. Tem coisas que a gente acha que nunca vai acontecer... Tô muuuito chic!".

(Por Tatiana Mariano)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.