Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Mar do Sertão
Novela O Cravo e a Rosa
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
Novela Será Isso Amor?
Novelas Mexicanas
Novelas Turcas
TV
A Fazenda 2022
Ilha Record
Masterchef Brasil
BBB 23
Reality Show
De Férias com o Ex
Casamento às Cegas
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro
Séries
Pacto Brutal
Filme 365 Dias
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Viviane Araujo
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Luiza Brunet

Luiza Brunet e Luiz Fux juntos? Colunista dá pista e web avalia nomes: 'Babado forte'

Luiza Brunet e Luiz Fux juntos? Colunista dá pista e web avalia nomes: 'Babado forte'
Luíza Brunet e Luiz Fux, ministro do STF, estariam se envolvendo. Web apontou os dois como os nomes mais fortes de um enigma lançado pelo colunista Leo Dias, do portal 'Metrópoles', que afirmou que uma ex-modelo, sucesso nos anos 1980, viveria um romance com um dos nomes do Superior Tribunal Federal. Entenda!

Luíza Brunet e o ministro Luiz Fux podem estar se envolvendo. No Twitter, o nome da ex-modelo, que virou meme por causa de photoshop recentemente, foi parar nos assuntos mais comentados da rede social depois que o colunista Leo Dias, do portal "Metrópoles", soltou uma notícia confirmando um romance entre um ministro do Superior Tribunal Federal (STF) e uma grande artista dos anos 1980.

A charada mexeu com a curiosidade dos internautas, que passaram a apontar os dois como os nomes mais fortes para protagonizar a história. Uma usuária do Twitter chegou a citar o genro de Luíza, Gabriel Medina, cuja mãe se envolveu em uma polêmica recente com Yasmin Brunet, para comentar o boato.

"Esperando alguma alfinetada da mãe do Gabriel Medina para cima da Luiza Brunet com essa notícia que ela está namorando o Fux", avaliou uma. "A Luiza Brunet sempre teve um dedo podre", escreveu outro. "Tá pegando bem, hein, Fux?", escreveu mais um.

Luiz Fux convida Luíza Brunet para cargo no Observatório de Direitos Humanos

Em junho, a mãe de Yasmin Brunet compartilhou no Instagram uma foto no Conselho Nacional de Justiça, onde apareceu ao lado de Fux e outras pessoas. Na ocasião, ela havia sido convidada pelo ministro para integrar o Observatório de Direitos Humanos do Poder Judiciário.

"Muito feliz", começou a ex-modelo. "Fazer parte desse seleto grupo de trabalho, na condição de integrante da sociedade civil, contribuir com propostas para a proteção dos direitos das mulheres. E é por isso que eu acredito, ministro Luiz Fux (STF), que iniciativas (...) são fundamentais para realizar uma profunda e verdadeira transformação social", escreveu Brunet.

Web se revolta com cargo de Luíza Brunet: 'Nepotismo'

Embora a ocupação do cargo tenha acontecido há meses, o público mencionou a nomeação para comentar o possível romance entre a ex-modelo e o ministro. "A Luiza Brunet estudou direito? Não entendi por que ela se tornou um membro do observatório do Conselho Nacional de Justiça", escreveu uma.

"Quer dizer que o Fux tem uma amante (Luiza Brunet), e arrumou um emprego público para ela, sem concurso e sem capacitação? Qual é o nome disto, nepotismo?", questionou outro.

Luiz Fux é presidente do Superior Tribunal Federal. Em julho, ele citou a CPI da Covid ao dizer que cabia à Comissão Parlamentar de Inquérito (ou seja, à própria CPI) decidir se depoentes abusavam do direito de permanecer em silêncio. A comissão já foi palco de outras polêmicas, como quando o senador Fabiano Contarato expôs uma situação de preconceito.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.