Netflix em risco no Brasil? Câmara dos Deputados toma importante decisão sobre projeto que pode afetar futuro do streaming
Publicado em 15 de maio de 2024 16:53
Por Maria Luisa Pimenta | Reality show e TV
Apaixonada por livros, séries e restaurantes com comida diferente. Libriana e curiosa, poderia passar horas pesquisando sobre os mais diferentes assuntos.
Câmara dos Deputados decide sobre PL que pode decretar taxação para serviços de streaming estrangeiros no Brasil. Entenda o que essa medida pode mudar na prática.
Netflix pode ser taxada em nova decisão da Câmara dos Deputados PL prevê a taxação de serviços de streaming estrangeiros no Brasil Projeto de Lei prevê uma porcentagem maior de conteúdos brasileiros em serviços de streaming estrangeiros PL pode acabar mudando a forma como a Netflix e outros serviços de streaming atuam no Brasil Novo projeto de lei que está em discussão quer maior parcela de conteúdos nacionais nos catálogos de streaming
Veja + após o anúncio

A Netflix e outros serviços de streaming podem sofrer grandes mudanças no Brasil em breve. Nesta quarta (15), o projeto de lei que estabelece uma taxa para as plataformas de streaming seria votado pela Câmara dos Deputados, mas foi adiado após após falta de acordo. O projeto, que está sendo popularmente chamado de PL da Netflix, prevê a taxação de serviços de streaming e a ampliação de conteúdos nacionais no catálogo. Entenda a polêmica!

Impostos para serviços de streaming
A PL dos Streamings (PL 8.889), que tem como relator o deputado André Figueiredo (PDT-CE), estabelece um imposto progressivo de até 6% sobre a receita bruta do mercado brasileiro, incluindo publicidades. Assim, os serviços de vídeo sob demanda estrangeiros precisariam pagar a Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional (Condecine), que seriam valores da alíquota progressivos com um máximo de até 6% sobre a receita bruta no mercado brasileiro. Essa taxação valeria para empresas como Netflix, Disney+, Prime Video, Max e até YouTube.

Além disso, o projeto de lei visa estabelecer uma cota de, no mínimo, 10% das horas do catálogo das plataformas estrangeiras para conteúdos de origem brasileira. Os títulos produzidos no Brasil serão obrigatórios nesses serviços.

A polêmica da Globo

Uma outra polêmica envolvendo a PL é que a Globoplay , serviço de streaming da Globo, estaria imune aos impostos. Muita gente criticou a atitude e afirmou que a decisão seria apenas para favorecer o Grupo Globo. Porém, o parecer da PL afirma que a categoria 'Serviço de Televisão por Aplicação de Internet' (categoria que será tributada), não inclui serviços do tipo promovidos por concessionárias de radiodifusão de sons e imagens, que é onde se enquadra o Grupo Globo. Dessa forma, serviços de streaming de outras emissoras de televisão, como SBT e Record, também devem ser isentos caso a PL seja aprovada.

Palavras-chave
Polêmica Principais notícias Política Netflix TV
Sobre o mesmo tema
Vai ter 2ª temporada de 'Pedaço de Mim', na Netflix? Aqui está tudo o que sabemos sobre o futuro do melodrama brasileiro
Vai ter 2ª temporada de 'Pedaço de Mim', na Netflix? Aqui está tudo o que sabemos sobre o futuro do melodrama brasileiro
10 de julho de 2024
Vegano pode fumar? Dado Dolabella responde polêmica sobre Wanessa Camargo no 'BBB 24'. 'Veganismo não é sobre ter saúde'
Vegano pode fumar? Dado Dolabella responde polêmica sobre Wanessa Camargo no 'BBB 24'. 'Veganismo não é sobre ter saúde'
24 de janeiro de 2024
Notícias similares
Quase ninguém reparou, mas verdadeiro motivo da saída de Eliana do SBT virou piada no último programa da loira
Quase ninguém reparou, mas verdadeiro motivo da saída de Eliana do SBT virou piada no último programa da loira
25 de junho de 2024
Patrícia Abravanel não foi a única! Outra filha de Silvio Santos também foi determinante para a saída de Eliana do SBT
Patrícia Abravanel não foi a única! Outra filha de Silvio Santos também foi determinante para a saída de Eliana do SBT
2 de abril de 2024
Últimas Notícias
Últimas Notícias