Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
BBB21
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Rafinha Bastos se livra de pagar indenização no valor de R$ 150 mil a Wanessa

Rafinha Bastos respira aliviado. O humorista não terá de pagar a quantia de R$ 150 mil de indenização à família de Wanessa Camargo, depois da piada que fez quando ainda apresentava o programa "CQC", na TV Band, em setembro de 2011. "Eu comeria a mãe e o bebê", disse Rafinha, quando Wanessa estava grávida de seu primeiro filho com o marido, Marcus Buaiz, José Marcus, que acaba de completar 1 aninho.

O Tribunal de Justiça de São Paulo concluiu, nesta sexta-feira (1º), em decisão publicada nos autos do processo, que a criança - ainda um feto na época - não sofreu injúria pela piada feita pelo humorista. Segundo os desembargadores, o menino ainda não tinha nascido, então não era capaz de entender a suposta ofensa e, por isso, não poderia ser passivo de injúria.

"Ainda que, segundo alegado, a angústia da mãe possa refletir no desenvolvimento natural do feto, tal circunstância, porém, não é suficiente para a caracterização do elemento subjetivo do delito de injúria, que exige tenha a vítima consciência da dignidade ou decoro, sem a qual não haveria tipicidade", disse o juiz em seu despacho, publicado no site do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A polêmica começou no dia 19 de setembro de 2011, quando a piada foi feita durante o programa, causando a demissão do humorista e resultando em dois processos - um criminal e outro cível - por parte da filha de Zezé di Camargo e Zilu, e do seu marido.

Rafinha Bastos já se envolveu em outras polêmicas por "falar demais". Em dezembro de 2012, ele chamou o apresentador Luciano Huck de "playboy inconsequente", mas logo depois pediu desculpas ao marido de Angélica, com medo de mais um processo. O pai de Joaquim, Benício e Eva foi parado numa blitz da Lei Seca, o que deixou Rafinha furioso.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.