Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 12
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Último capítulo de 'Além do Horizonte' dá lição sobre a verdadeira felicidade

Marcelo (Igor Angelkorte) e Priscila (Laila Zaid) se tornam pais de quadrigêmeos no último capítulo de 'Além do Horizonte', em 2 de maio de 2014
20 fotos
Iniciar o slideshow
Marcelo (Igor Angelkorte) e Priscila (Laila Zaid) se tornam pais de quadrigêmeos no último capítulo de 'Além do Horizonte', em 2 de maio de 2014

Se em sua concepção e no seu primeiro capítulo "Além do Horizonte" se propunha a ser diferente e inovadora, o desfecho não escapou de algun clichês. No último capítulo da trama, exibido nesta sexta-feira (2), não faltou o tradicional casamento, vilões que se dão mal, casais com finais felizes e, é claro: bebês. Que, nesse caso, foram quadrigêmeos. A jornada em busca da felicidade concreta termina com uma mensagem positivista de que a verdadeira felicidade está na família, nos amigos e no amor.

Quando lançou o projeto, Ricardo Waddginton avisou: "É uma baita primeira vez". E como em toda primeira vez, nem sempre as coisas acontecem da maneira como foram idealizadas. O clima de mistério/suspense/ação do folhetim funcionou em muitos momentos, principalmente antes de a Comunidade e o verdadeiro intento do "Grupo" serem desvendados. Ainda que nem tudo tenha sido acerto e apesar dos acidentes de percurso, a novela arrebatou um público fiel que se manifestou pelo Twitter durante a exibição dos capítulos. A maioria torcendo por "Marlili" o casal formado por Marlon (Rodrigo Simas) e Lili (Juliana Paiva) que se tornou par romântico no desenrolar da história e teve seu "e foram felizes para sempre" em Paris.

Em meio a personagens fantasiosos como a "Besta" de Tapiré, o "Garimpeiro Fantasma", o Grande Mentor (Antonio Calloni) e o Luminoso Mestre (Alexandre Nero), outros termos foram surgindo, muitas vezes mais parecidos com o universo dos quadrinhos ou desenho animado. A chamada "Tropa do Bem" (a turma de mocinhos) se uniu para lutar contra os vilões, que pretendiam "dominar o mundo" manipulando as mentes das pessoas depois submetê-las ao incrível aparelho de lavagem cerebral que era a "máquina da felicidade eterna". Mais adiante foi descoberta uma "fórmula estabilizadora" do efeito produzido nesse processo, "lama gulosa" e por aí vai... Para quem gosta do gênero, um prato cheio.

Mas foi do lado de lá, no mundo real, que a grande e boa surpresa de "Além do Horizonte" aconteceu. O casal Marcelo (Igor Angelkorte) e Priscila (Laila Zaid) trouxe o humor num tom delicioso e leve, perfeito para o horário, e garantiu os melhores (e certamente mais divertidos) momentos da trama de Carlos Gregório e Marcos Bernstein. A dupla foi ganhando cada vez mais espaço - felizmente - e até no último capítulo conseguiu se manter como o grande destaque, junto com seus quatro bebês ruivos. Até mesmo o afastamento de Laila, para tratar uma pneumonia, foi aproveitado com genialidade por Marcelo, direção e autores; com cenas impagáveis.

Específicamente no último capítulo os efeitos especiais foram impressionates. A explosão da Comunidade na sequência da grandiosa morte de LC (Antonio Calloni) foi muito bem finalizada e eletrizante - adjetivo que perpassa todo o folhetim. Em oposição, também aconteceram cenas comoventes como a conversa de Kleber (Marcello Novaes) e Fátima (Yanna Lavigne) e a adoção de Nilson (JP Rufino). Mesmo sem primar pela inovação, foi um final tocante.

(Por Samyta Nunes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.