Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Império
Novela A Vida da Gente
Novela Gênesis
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela A Viagem
Resumo de novelas
TV
Power Couple
BBB21
Domingão do Faustão
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliette
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Dieta

Tais Araújo e mais famosos reagem à ação policial no Jacarezinho com 25 mortos: 'Chacina'

Tais Araújo, IZA, Mariana Golfarb, Caio Blat e mais famosos protestaram contra ação policial em comunidade do Rio, que deixou 25 mortos. 'País dos seguidos genocídios', escreveu o ator

Uma série de famosos usaram as redes sociais para protestarem contra a ação policial que matou 25 pessoas na comunidade do Jacarezinho, Zona Norte do Rio de Janeiro, sendo um oficial. A inclusão na comunidade ocorreu nesta quinta-feira (6), dois dias após um homem matar três bebês e duas professoras em creche de Saudades, em Santa Catarina. Já em 2020, a morte do menino Miguel, que caiu de prédio em Pernambuco, abalou celebridades.

Tais Araújo lembrou a chacina dos três bebês de um ano no Sul do país a golpes de facão ao reagir à ação policial. "Quem consegue se manter ileso e não se afetar diante desse pesadelo coletivo, precisa rever urgentemente o próprio senso de humanidade", opinou a atriz, sendo repostada por IZA. Já Caio Blat disse que o Brasil "é o país dos seguidos genocídios" que "acontece cotidianamente há 500 anos".

Yanna Lavigne postou desenho inspirado em foto do clipe "Girl From Rio", de Anitta, com a parte frontal de um ônibus cheia de buracos de tiros. A atriz chamou a operação de "chacina" e lembrou que ela ocorreu durante a pandemia do novo coronavírus. "São 25 mortos, casas invadidas, moradores agredidos, violência e execuções à olho nu, fruto de uma operação ilegal das polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro com a desculpa de acabar com o tráfico. E agora? Deu certo? Acabou o tráfico? Ou acabaram com vidas de inocentes e fizeram moradores viverem um dia de absoluto terror? Operação criminosa!", disparou.

Mariana Goldfarb sobre ação policial no Jacarezinho: 'Ilegal'

Mariana Goldfarb também postou a imagem acima e classificou a operação de "ilegal". "Quantas mil iguais a essa foram feitas e o tráfico continua aí. Não é através de mais violência que vamos chegar em algum lugar. Não é possível que ainda não tenhamos entendido isso. O policial não aperta o gatilho sozinho", escreveu a mulher de Cauã Reymond. O autor Walcyr Carrasco falou da pandemia de Covid, doença responsável pela morte de Paulo Gustavo, ao protestar: "O povo pede vacina e eles mandam chacina".

Rafa Brites questionou, fez um apelo e protestou. "Imagina isso na porta da sua casa? Porque eu não! E não sendo seu caso assim como não é o meu, somos nós que precisamos fazer algo. Agradecer a Deus de não ser com vc ou comigo é nos isentarmos. Lavarmos as mãos é praticamente sujarmos as mãos", disse. E Maria Ribeiro compartilhou foto com a frase "a maior chacina da história do Rio em plena pandemia".

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.