Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 12
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Laudo aponta para falha do piloto e tempo ruim na queda de jatinho com Gabriel Diniz

Compartilhe no Facebook
O Cenipa divulgou os laudos das investigações em relação aos acidentes com Gabriel Diniz e Ricardo Boechat. Em ambos o órgão aponta falha dos pilotos. No caso do cantor, o tempo ruim contribuiu ainda para a tragédia. Já na queda do helicóptero que levava o jornalista, falta da manutenção foi outra causa apontada

A queda de um jatinho que matou Gabriel Diniz em maio do ano passado foi causada por conta das condições climáticas adversas, a altura na qual a aeronave se encontrava e a à indisciplina de voo do piloto Linaldo Xavier. É o que aponta relatório do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), órgão ligado à FAB (Força Aérea Brasileira) e divulgado nesta quinta-feira (29). As informações são do portal G1. Além de Xavier e do cantor, homenageado pelo pai um ano após a morte, morreu ainda o outro piloto Abraão Farias.

Ainda segundo o Cenipa, Xavier prosseguiu com o voo levando Gabriel Diniz embora o tempo não estivesse adequado para o voo. Além disso, a licença dada para o piloto em 2017 só incluía viajar em "condições estritamente visuais". "Não considerar os procedimentos previstos para se manter em condições de voo visuais concorreu para a exposição da aeronave a elevado risco de acidente", aponta o relatório.

Um outro problema apontado é que o jatinho fabricado em 1974, portanto 45 anos de fabricação, não possuía um radar meteorológico. Tampouco não tinha certificação para voar diante Regras de Voo por Instrumentos. A aeronave caiu no município de Estância, no Sergipe, e na época da tragédia a então noiva do artista relatou roubo a joias que estavam com o músico, dono do hit "Jenifer" e homenageado por Whindersson Nunes e Priscilla Alcântara com canção, "Girassol", após seu falecimento.

Falha na manutenção derrubou helicóptero que matou Boechat

O Cenipa divulgou ainda que a falta de manutenção derrubou o helicóptero que matou o jornalista Ricardo Boechat também em 2019. A aeronave desde 1988 não passava por nenhuma troca completa de peças ou atualização. Além disso, o compressor apresentou equipamentos vencidos. E o tubo de distribuição de óleo apresentava o calendário de troca com um período excedido diversas vezes.

O piloto Ronaldo Quattrucci, segundo o órgão, não verificou se os instrumentos estavam funcionando da maneira correta. "Houve ineficiência, por parte do operador (o piloto), quanto da organização de manutenção, no acompanhamento e na execução dos processos de manutenção", aponta a documentação. Na época âncora da TV e rádio Bandeirantes e colunista da revista "IstoÉ", Boechat voltava de uma palestra em Campinas (SP) quando o helicóptero caiu na rodovia Anhanguera e, em seguida, se chocou com um caminhão.

(por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.