Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Bom Sucesso
Novela Éramos Seis
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Anitta esclarece polêmica envolvendo funkeiras: 'Fui mal interpretada'. Entenda!

Compartilhe no Facebook
Anitta deu uma declaração para a imprensa internacional afirmando que foi a primeira a abrir espaço para as mulheres do funk no Brasil. Criticada por MC Carol e MC Kátia na web, a cantora explicou: 'O que eu quis dizer foi que eu e minha equipe batalhamos muito pra isso, e eu, particularmente, sofri muito para conquistar certos tipos de reconhecimentos fora do nosso nicho das pessoas que já curtiam e entediam o funk'

Eleita Mulher do Ano pela GQ Brasil, Anitta se pronunciou sobre as críticas que recebeu de MC Carol e MC Kátia nas redes sociais. MC Carol discordou de algumas falas da cantora durante entrevistas que a artista concedeu no exterior, afirmando que foi a primeira a abrir espaços para as mulheres do funk no Brasil. "Oi, Kátia. A Jojo me mandou seu vídeo. Assisti e queria te responder porque eu respeito muito você, a Tati Quebra Barraco, MC Sabrina, Perlla, e várias outras mulheres do funk que eu cresci ouvindo e me fizeram ter minhas referências de funk feminino. Sempre respeitarei vocês", afirmou a "poderosa", gravando a segunda temporada da série na Netflix.

Cantora explica o que quis dizer para imprensa internacional

Anitta explicou para as MC's e o público o que quis dizer durante a entrevista para a imprensa internacional. "Acho que fui mal interpretada e gostaria muito de te explicar o que eu quis dizer. O funk sempre viveu de altos e baixos. Quando eu comecei, estava novamente no momento onde não tocava em programação diária de rádio que não fossem específicas do funk. Não era respeitados em grandes festivais renomados no Brasil. O que eu quis dizer foi que eu e minha equipe batalhamos muito pra isso, e eu, particularmente, sofri muito para conquistar certos tipos de reconhecimentos fora do nosso nicho das pessoas que já curtiam e entediam o funk", comentou a cantora, cujo plano é se aposentar aos 30 anos.

Anitta cita desafios que enfrentou no começo da carreira

Conquistando o mercado internacional, Anitta destacou também a importância de dar visibilidade para as novas cantoras para que o funk se mantenha em alta. A artista, que negou deixar o Brasil para morar nos Estados Unidos em 2020, citou ainda o preconceito e falta de aceitação ao ritmo: "Eu quis passar uma experiência minha, que eu vivi, de muito preconceito e falta de aceitação quando estava fora dos círculos funkeiros. Espero que você entenda. Máximo respeito a todas as mulheres que tiveram e tem coragem de cantar funk e enfrentar os preconceitos. Saiba que eu nunca vou esquecer todas as funkeiras que foram inspiração pra mim: Perlla, Sabrina e Lanny, por exemplo, as que eu mais me inspirei. Me sinto responsável, sim por muita coisa boa que tem acontecido com o funk nos dias de hoje. Mas sei que eu nem teria nada disso em mente se não tivesse crescido escutando e dançando vocês todas".

(Por Patrícia Dias)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.