Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Gênesis
Novela Um Lugar ao Sol
Novela Quanto Mais Vida, Melhor
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Verdades Secretas
Novela Verdades Secretas II
Novela Carinha de Anjo
Novela Pantanal
Novela Além da Ilusão
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 13
BBB22
Masterchef Brasil
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Séries
Casamento às Cegas Brasil
Round 6
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Camila Queiroz
Andressa Suita
Cleo
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Paolla Oliveira
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!

Carnaval 2022: Mais de 800 blocos se inscrevem para desfilar em SP, mas 71 cidades vetam evento

11 fotos
Iniciar o slideshow
O Carnaval 2022 ainda nem começou, mas a animação dos foliões levou mais de 800 blocos só em São Paulo a se inscreverem para desfilar em fevereiro. O problema, no entanto, é que pelo menos 71 cidades já vetaram completamente o evento por causa da pandemia. Saiba quais!

O Carnaval 2022 só acontece em fevereiro, mas, quatro meses antes, já tem folião fazendo as contas para tirar o atraso de quase dois anos de pandemia. Isso porque, ao todo, mais de 800 blocos se inscreveram para desfilar só em São Paulo. O número impressiona e pode gerar o maior Carnaval de rua do país, ultrapassando até mesmo o Rio de Janeiro, que já tem até artistas agendados.

Os cortejos se dividem entre a semana do Carnaval efetivamente e os fins de semana que antecedem e sucedem a festa oficial. A ideia de alguns é celebrar em dobro: por 2021 e 2022. As informações são da prefeitura, que contabilizou exatos 867 blocos. Esse número, aliás, deve ser alterado até fevereiro, já que muitos blocos chegam a desistir do desfile, enquanto outros se organizam para sair em mais de um dia.

Ao todo, 71 cidades de São Paulo já vetaram evento

Apesar do número, muitos municípios já vetaram completamente o Carnaval de rua, especialmente porque Ricardo Nunes (MDB), atual prefeito da capital paulista, já deixou claro que a festa deve receber 15 milhões de pessoas, mas não terá nenhum tipo de protocolo sanitário. O anúncio gerou apreensão.

Em termos comparativos, em 2020, a prefeitura da cidade recebeu 960 inscrições para blocos de rua, quase o dobro de 2019, que teve apenas 550 interessados. Vale lembrar que em nenhum desses carnavais a pandemia já tinha começado, o que torna o número atual, de 867 blocos, uma preocupação. As informações são do portal "G1".

Ao todo, 71 cidades disseram não à festa. Entre elas, Mogi das Cruzes, Suzano, Sorocaba, Taubaté e muitas outras. Nessa última, aliás, o município disse que não disponibilizará verba, mas permitiu que as organizações façam a festa por conta própria, o que gerou confusão. Veja a lista completa de cidades que negaram a festa no fim da matéria.

Prefeito de São Paulo quer criar comitê com principais cidades do país ligadas ao Carnaval

Ricardo Nunes, embora tenha garantido o Carnaval de Rua, ainda não terminou os preparativos para a festa. Prova disso é que ele já deixou claro seu desejo de criar um Comitê com o Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte e Recife para que as cinco cidades, as principais em termos de folia no país, possam se organizar e tomar as decisões de modo único.

São Paulo, Recife e o Rio já aprovaram a ideia. Essa última, aliás, já até organizou eventos de pré-Carnaval, com direito a anúncio de atrações no futuro camarote da Sapucaí.

Veja a lista de todas as cidades de São Paulo que disseram 'não' ao Carnaval

Além de Mogi das Cruzes, Sorocaba, Taubaté e Suzano, também disseram não à folia: Altinópolis, Amparo, Barrinha, Borborema, Botucatu, Brodowski, Cabreúva, Caconde, Cajuru, Campo Limpo Paulista, Cássia dos Coqueiros, Cunha, Dobrada, Dumont, Franca, Guaíra, Guariba, Guatapará, Iacanga, Ibitinga, Itápolis, Itatiba, Itupeva, Jaboticabal, Jacareí, Jarinu, Jundiaí, Lins, Lucélia, Luís Antônio, Marília, Mairinque, Monte Alto, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Nazaré Paulista, Paraibuna, Pirassununga, Pitangueiras, Poá, Potirendaba, Pradópolis, Presidente Prudente, Rifaina, Roseira, Salesópolis, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Ernestina, Santa Isabel, Santa Rosa de Viterbo, Santo Antônio da Alegria, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São Caetano do Sul, São Joaquim da Barra, São Luiz do Paraitinga, São Simão, Taquaritinga, Ubatuba, Várzea Paulista, Espírito Santo do Turvo, Itapetininga, Louveira, Monte Alegre do Sul, Valinhos e Vinhedo.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.