Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Mar do Sertão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
Novela Será Isso Amor?
Novelas Mexicanas
Novelas Turcas
TV
A Fazenda 2022
Ilha Record
Masterchef Brasil
BBB 23
Reality Show
De Férias com o Ex
Casamento às Cegas
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro
Séries
Pacto Brutal
Filme 365 Dias
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Viviane Araujo
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Últimas Notícias

Carnaval 2022 no Rio! Infectologista avalia 'controle de Covid' na Sapucaí: 'Não sei como'

Carnaval 2022 no Rio! Infectologista avalia 'controle de Covid' na Sapucaí: 'Não sei como'
Carnaval 2022 no Rio! Margareth Dalcolmo avalia 'controle de Covid' na Sapucaí: 'Não sei como'
11 fotos
Veja as fotos!
Carnaval 2022 no Rio! Margareth Dalcolmo avalia 'controle de Covid' na Sapucaí: 'Não sei como'
O Carnaval de 2022 no Rio de Janeiro está cada vez mais perto do cancelamento integral de suas festividades. A infectologista e pesquisadora Margareth Dalcolmo, que costuma ser referência em avaliações da pandemia, disse que os desfiles na Marquês de Sapucaí não são controláveis em termos de Covid

O Carnaval de 2022 no Rio de Janeiro teve mais um voto contra nesta quarta-feira (12). Margareth Dalcolmo, cientista e infectologista que é referência em assuntos envolvendo a pandemia, avaliou que a festa na Sapucaí, embora defendida pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) e pelo governador Claudio Castro (PL), não pode garantir um controle de circulação de vírus.

"O vírus se alastra que nem um rastilho de pólvora", avaliou a pesquisadora em conversa com o colunista Ancelmo Gois, do jornal "O Globo". "Sinceramente, não sei como pode-se controlar aquela multidão que sempre vai à Avenida", disse.

Vale lembrar que, a cada dia, mais internautas lotam as redes sociais de Paes e Castro para pedir o cancelamento do desfile das escolas de samba. De acordo com muitos foliões, a festa Sapucaí, se acontecer, viraria um centro da variante ômicron. A decisão final e oficial do comitê científico do município só vai ser tomada no dia 24 de janeiro.

Carnaval 2022 no Rio: autoridades afirmam que é possível controlar público na Avenida

Dalcolmo não é a única a se preocupar com a aglomeração gerada nos dias de desfile. O assunto começou a ser levantado depois que os blocos de rua, mais urgentes em termos de organização, ganharam um desfecho negativo na cidade.

O principal argumento das autoridades e órgãos públicos, na hora de avaliar a Sapucaí, é justamente pontuar as vantagens do Sambódromo em relação ao Carnaval de rua. Afinal, de acordo com o prefeito, o desfile das escolas de samba seria uma espécie de estádio de futebol, ou seja, um local capaz de exigir passaporte da vacina, máscara e álcool em gel.

Carnaval 2022 no Rio: membro do comitê científico desaconselha desfile

Mas, ainda assim, cientistas estão receosos. Na semana passada, um membro do comitê científico chegou a dizer que desaconselhava a festa na Avenida. Em resposta, Claudio Castro afirmou que a fala era apenas uma opinião de um pesquisador, não um posicionamento oficial do órgão. Para completar, disse que a variante ômicron, que tem gerado preocupação, é mais semelhante a uma gripe que a uma pneumonia.

Dalcolmo, por sua vez, embora não tenha citado Castro, declarou que tem ficado cada vez mais impressionada com a velocidade de contaminação da nova cepa da Covid. "Basta uma pessoa ser contaminada. Dificilmente o resto da família não será também", avaliou Dalcolmo.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.