Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Império
Novela Gênesis
Novela Pega Pega
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Verdades Secretas
Novela Verdades Secretas II
Novela Carinha de Anjo
Novela Pantanal
Novela Além da Ilusão
Novela Um Lugar ao Sol
Novela Quanto Mais Vida Melhor
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 13
The Masked Singer
Masterchef Brasil
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Séries
Round 6
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gabi Martins
Andressa Suita
Cleo
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Paolla Oliveira
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta

Cuidados com a pele madura no inverno: 4 conselhos valiosos de dermatologista

A pele costuma perder um pouco do viço no inverno devido as baixas temperaturas e climas mais secos. Para quem tem a pele mais madura, os efeitos do ressecamento ficam mais visíveis. A dermatologista Karla Lessa dá 4 dicas para devolver o glow da pele. Confira!

Como cuidar da pele ressecada no inverno? Esse é um incômodo muito comum nessa estação do ano. Temperaturas caindo e clima mais seco são os fatores que contribuem para a perda do viço, principalmente se estiverem aliados a banhos quentes, hidratação inadequada, entre outros descuidos do dia a dia. E quando se trata de pele madura, é importante redobrar a atenção usando os produtos certos, já que os efeitos costumam ficar mais visíveis.

A médica dermatologista Karla Lessa esclarece alguns erros comuns e compartilha 4 conselhos simples para devolver a vitalidade e a saúde facial no inverno. A doutora reforça ainda sobre a importância de desconstruir o mito de realizar a limpeza excessiva da pele.

Vídeo relacionado

1) Lavar o rosto muitas vezes pode gerar o efeito rebote da pele

De acordo com a Dra. Karla Lessa, é importante controlar o hábito de lavar o rosto mais de duas vezes por dia. "É comum as pessoas acharem que pode ajudar a diminuir a oleosidade, que esfoliar a pele muitas vezes ajuda a desobstruir os poros, mas isso na verdade acaba trazendo malefícios", afirma a profissional.

Ela explica que o excesso da higiene facial com sabonete ou no uso de máscaras faciais secativas alteram a barreira de proteção da pele. "E geram um aumento da produção de oleosidade por um 'efeito rebote'. Isso acontece quando a pele fica mais suscetível ao ressecamento e, como uma reação de compensação, já que entende que sofreu alguma agressão, geralmente produz mais sebo", explica.

2) Alimentos ricos em açúcar causam glicação, inimiga do colágeno

Para conquistar uma pele uniforme e hidratada, além de manter o hábito de beber 2 litros de água por dia, a alimentação equilibrada também é um fator essencial. A dermatologista alerta sobre alimentos ricos em açúcares: "Eles causam glicação, que é um grande fator de envelhecimento cutâneo."

Mas o que é a glicação? É um processo que une uma molécula de glicose a uma de proteína, entre elas estão o colágeno e a elastina. Essas proteínas têm a função de manter a pele mais firme e a união faz com que a proteína quebre, resultando na formação de rugas, perda de elasticidade e de tônus.

"Ainda há pessoas que podem ter menos colágeno pela exposição excessiva à radiação solar, poluição e o estresse do dia a dia. Uma boa noite de sono, a hidratação correta e uma dieta baseada em frutas e verduras ajudam bastante a estimular essa proteína", recomenda ela ao listar outros fatores que contribuem para o envelhecimento da pele.

3) Suplementação após os 30 anos: 'Em especial colágeno'

A Dra. Karla Lessa indica a suplementação a partir dos 30 anos. "Uma suplementação rica em antioxidantes, vitaminas, minerais e, em especial, colágeno, é super bem-vinda, já que a partir dessa idade, começamos a perder essa proteína progressivamente."

E alerta que após os 50 anos costuma indicar aos seus pacientes: "Considero esse tratamento essencial. Mas isso também vai depender do tipo de pele, grau de flacidez e dos hábitos de vida de cada paciente."

4) Bioestimuladores de colágenos

Os bioestimuladores de colágeno estão entre os procedimentos estéticos sugeridos pela médica. "Indico os bioestimuladores de colágeno injetáveis e, conforme a idade do paciente avança, gosto de aumentar o aporte de colágeno com essa suplementação oral. Assim, é possível promover um aumento da espessura dérmica e contribuir para a firmeza da pele. Não é barato, mas vale o investimento", conclui.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.