Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Salve-se Quem Puder
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Mundo Dellas

'Devemos ser feministas globais', diz Meghan Markle em discurso no Dia da Mulher

Compartilhe no Facebook
A duquesa de Sussex participou de um painel com líderes feministas em Londres, na Inglaterra, no Dia Internacional da Mulher, nesta sexta-feira (8). Na conversa, explicou que quer que a igualdade de gênero seja um dos pilares da educação de seu primeiro filho com príncipe Harry: 'Então seja o que for, menino ou menina, nós esperamos que seja o caso com nosso pequeno calombinho'

Meghan Markle, no oitavo mês de gravidez, segue sua agenda de compromissos públicos. Após uma viagem ao Marrocos, a duquesa de Sussex participou de um painel com líderes feministas e foi anunciada como a nova vice-presidente da The Queen's Commonwealth. Desde que entrou para realeza, a americana destacou que a luta pela igualdade de gênero é uma das causas que busca defender. "Se as coisas estão erradas e existem ausência de justiça e desigualdade, alguém precisa dizer alguma coisa - e por que não pode ser você? Nós precisamos ser feministas globais e incluir homens e meninos", afirmou Meghan.

Filho terá educação feminista: 'Seja menino ou menina'

Em outro momento da conversa, a integrante da realeza, cujo herdeiro terá um quarto genderless, explicou que quer valorizar a igualdade na educação do herdeiro. "É engraçado, eu estive brincando nas últimas semanas. Eu tinha visto esse documentário sobre o feminismo na Netflix, e uma das coisas que eles disseram durante a gravidez foi 'eu sinto o embrião do feminismo'. Eu amei isso, então seja o que for, menino ou menina, nós esperamos que seja o caso com nosso pequeno calombinho", disse a americana usando o apelido pelo qual ela e o marido, Príncipe Harry, chamam o herdeiro desde os primeiros meses da gestação.

Duquesa vê viagens como transformadoras

No painel, a duquesa ainda falou sobre uma atitude sua na infância que ganhou visibilidade nacional: incomodada com um comercial, ela escreveu uma carta para Hilary Clinton sobre a desigualdade de gênero. "Verdade seja dita, aos 11 anos, acho que nem sabia o que significava sexismo. Eu só sabia que algo me impressionou internamente que estava me dizendo que estava errado, e eu sabia que estava errado. E usando isso como minha bússola moral e passando dos 11 anos de idade, nessa idade eu pude mudar este comercial", afirmou Meghan no evento do qual também participaram a jornalista Anne McElvoy, a diretora Angeline Murimirwa, a ativista Chrisann Jarrett, a cantora Annie Lennox, a modelo Adwoa Aboah e Julia Gillard, antiga primeira ministra da Nova Zelândia. Engajada em causas sociais, ela ainda destacou a importância de conhecer outros lugares do planeta: "Uma vez que tive idade o suficiente para viajar, especificamente para países em desenvolvimento e ver o que estava acontecendo no exterior, acho que o que realmente repercutiu foi a falta de educação para as meninas, e como isso tem um efeito cascata em tantas coisas".

(Por Marilise Gomes)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.