Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Êta Mundo Bom!
Novela Novo Mundo
Novela Fina Estampa
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Jô Soares relembra dia em que perdoou taxista que matou sua mãe: 'Chorei'

Compartilhe no Facebook

Com contrato renovado com a Globo até 2017, Jô Soares entrevista pessoas de diferentes tipos todas as noites. Mas ele também fica do outro lado de vez em quando e, quando faz isso, fala sobre tudo. Em entrevista a Marcelo Bonfá, veiculada no canal do jornalista no YouTube, Jô abriu o coração ao relembrar o dia em que reencontrou por acaso o taxista que atropelou e matou sua mãe, Mercedes.

"Mamãe morreu atropelada num dia de chuva terrível e o motorista de táxi não teve a menor culpa. Ela tinha 70 anos e o taxista a pegou, socorreu e levou a um hospital. Fez tudo certo, só que ela teve uma fratura de base de crânio. Meus pais conheciam todos os médicos do Rio de Janeiro, mas ela morreu", contou ele, que, na época, tinha 30 anos.

"Dez anos depois, peguei um táxi no aeroporto Santos Dumont (no Rio) e, quando cheguei em casa, o motorista falou que precisava me dizer uma coisa: 'Fui eu que atropelei sua mãe. E, desde esse dia, não consigo mais dormir. Só vou conseguir no dia em que ouvir que o senhor me perdoa'", relembrou Jô.

"Eu disse que ele estava perdoado desde o dia em que socorreu minha mãe e ficou ao lado do meu pai até ela morrer. Mas ele queria ouvir o perdão e, então, eu disse que o perdoava. Estava mais que perdoado e disse para ele ir em paz. Aí ele começou a chorar e eu chorei muito também nesse momento", contou o apresentador, que dia desses surpreendeu muita gente ao aparecer usando uma cadeira de rodas.

"O motorista não teve culpa nenhuma... E o perdão, para mim, é a coisa mais importante no Cristianismo. Não estou falando em religião católica ou não-católica. Estou falando do perdão imediato que Cristo traz", encerrou Jô Soares, que teve seu programa reformulado este ano, na volta das férias.

Jô Soares também lidou com a morte do filho

O atropelamento e morte da mãe não foi a única situação difícil que Jô Soares já viveu. Em outubro do ano passado, ele perdeu seu único filho, Rafael, fruto de seu casamento com a atriz Teresa Austregésilo. O herdeiro enfrentava um câncer no cérebro havia mais de um ano. Em seu programa, o apresentador comentou a triste despedida: "Sofri a dor que é o pesadelo de todo pai: a perda de um filho".

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.