Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Bom Sucesso
Novela Éramos Seis
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Ludmilla defende MC Rebecca de ataques racistas: 'Vai ter negro feliz, sim'

Ludmilla defendeu de MC Rebecca de racismo na web. A funkeira comemorou o posto de primeira mulher negra brasileira a entrar no top 100 mundial do Spotify com a música 'Combatchy', parceria com Anitta, Lexa e Luísa Sonza. No Twitter, a cantora desabafo sobre as ofensas que recebeu: 'Não tenho vergonha da onde eu vim principalmente por cantar proibidão, as pessoas vão ter que aceitar o que eu faço é arte, é cultura'

Eleita "Cantora do Ano" no Prêmio Multishow, Ludmilla saiu em defesa de MC Rebecca após a funkeira ser alvo de ataques racistas no Instagram, plataforma em que comemorou o posto de primeira mulher negra brasileira a entrar no top 100 mundial do Spotify com a música "Combatchy", parceria com Anitta, Lexa e Luísa Sonza. "Estão fazendo com a Rebecca igual fizeram comigo quando comemorei o Rock in Rio, vai ter negro feliz com as suas conquistas sim senhor, doa a quem doer, comemora mais que tá pouco Rebecca", falou Ludmilla, que fez uma participação no show da Funk Orquestra no Palco Sunset.

Lexa defende MC Rebecca na rede social

Lexa, que lançou o clipe em festa e rebolou muito em show realizado em São Paulo, onde Anitta causou euforia dos fãs com suas danças sensuais, também se posicionou. "As pessoas deveriam fazer uma reflexão, eu nasci na comunidade, Anitta e Rebecca também, Luísa do interior do Sul, vocês têm noção do que é levar funk e pop para as pessoas? Enfrentar preconceitos todos os dias? Somos mulheres vencedoras! Tenho orgulho de vocês amigas", declarou a mulher de MC Guimê.

MC Rebecca sofre racismo e desabafa na web

Após a enxurrada de preconceito sofrido na web, MC Rebecca falou sobre o assunto. "Eu nunca imaginei que chegaria aqui, mas vocês têm que entender que ainda tem muitas pessoas para chegar aqui. Não adianta colocar mensagens no meu Instagram para me ofender porque isso não vai me atingir e não vou mudar quem sou por causa de vocês", disparou. No Twitter, a funkeira também desabafou sobre o ocorrido: "Sinceramente eu não entendo o brasileiro, estou representando o meu país era o mínimo as pessoas serem solidárias aonde um país que tem muito preconceito e racismo, que eu consiga no meio disso tudo está no top 100 global, isso me deixa extremamente chateada".

Funkeira lamenta ofensas que recebeu

Em seguida, MC Rebecca lamentou as barreiras do preconceito. "Não tenho vergonha da onde eu vim principalmente por cantar proibidão, as pessoas vão ter que aceitar o que eu faço é arte, é cultura, sim. Que outras mulheres negras cheguem em todos os topos assim como eu cheguei e que nada é impossível se você acreditar! É muito audácia né tá chovendo racista no meu Instagram", disse a artista, que gostaria de ter mais apoio: "Não tenho o direito de estar feliz com as minhas próprias conquistas. Eu já fiquei um pouco triste. Eu não estou aqui para me gabar, ser melhor do que alguém, mas eu estou muito feliz por ser a primeira brasileira negra a estar no top 100 global (do Spotify). Hoje em dia, sofremos racismo camuflado, é preconceito o tempo inteiro".

(Por Patrícia Dias)

 

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.