Manoel Carlos escreve sobre morte do filho Pedro Almeida: 'Nunca será esquecido'
Publicado em 13 de outubro de 2014 15:28
Por Guilherme Guidorizzi | Notícias da TV, novelas e famosos
Escreve sobre novelas e entrevista o elenco para trazer as novidades dos próximos capítulos. Produz conteúdos sobre famosos e TV.
Tristeza. Esse é o sentimento natural que Manoel Carlos está sentindo com a morte de Pedro Almeida, seu filho caçula. O ator morreu no último dia 4, com 22 anos, em Nova York, nos EUA, após sofrer um mal súbito. "Quanta coisa se perde para sempre no último instante de uma vida! Palavras que não foram ditas, gestos que não foram feitos, olhares, sorrisos, lágrimas - derramadas ou represadas. Soluços", escreveu o autor em sua coluna da revista "Veja Rio" deste domingo (12). Manoel Carlos afirmou ainda que "é preciso amar com devoção" e é preciso "não entender a vida, nem procurar entendê-la". Maneco reproduziu também versos lidos por Sophie Overwater, namorada de Pedro: "Se lágrimas construíssem uma escadaria/e minhas memórias uma estrada,/eu caminharia direto ao Paraíso/e o traria de volta./Nenhuma palavra de despedida foi dita,/não houve tempo de dizer adeus./Você se foi antes que eu percebesse,/e só Deus sabe o porquê./Meu coração ainda dói de tristeza/e lágrimas secretas ainda correm
Manoel Carlos falou sobre a morte do filho Pedro Almeida: 'Quanta coisa se perde para sempre no último instante de uma vida! Palavras que não foram ditas, gestos que não foram feitos'
Manoel Carlos usou versos de autor desconhecido para comentar a morte do caçula, Pedro: 'Se lágrimas construíssem uma escadaria e minhas memórias uma estrada, eu caminharia direto ao Paraíso e o traria de volta'
Manoel Carlos disse que cinzas do filho Pedro Almeida serão espalhadas no Central Park, em Nova York, nos EUA
Pedro Almeida era filho caçula de Manoel Carlos
Manoel Carlos com o filho caçula, Pedro Almeida, quando ele ainda era criança
Pedro Almeida morreu em 2 de outubro de 2014, aos 22 anos, em Nova York
Veja + após o anúncio

Tristeza. Esse é o sentimento natural que Manoel Carlos está sentindo com a morte de Pedro Almeida, seu filho caçula. O ator morreu no último dia 4, com 22 anos, em Nova York, nos EUA, após sofrer um mal súbito. "Quanta coisa se perde para sempre no último instante de uma vida! Palavras que não foram ditas, gestos que não foram feitos, olhares, sorrisos, lágrimas - derramadas ou represadas. Soluços", escreveu o autor em sua coluna da revista "Veja Rio" deste domingo (12).

Manoel Carlos afirmou ainda que "é preciso amar com devoção" e é preciso "não entender a vida, nem procurar entendê-la". Maneco reproduziu também versos lidos por Sophie Overwater, namorada de Pedro:

"Se lágrimas construíssem uma escadaria/e minhas memórias uma estrada,/eu caminharia direto ao Paraíso/e o traria de volta./Nenhuma palavra de despedida foi dita,/não houve tempo de dizer adeus./Você se foi antes que eu percebesse,/e só Deus sabe o porquê./Meu coração ainda dói de tristeza/e lágrimas secretas ainda correm./O que significava te amar/ninguém nunca saberá./Mas agora sei que você quer/que eu pare de sofrer./Só lembrar os momentos felizes/e tudo o que a vida ainda guarda./Já que você nunca será esquecido,/eu lhe prometo hoje/um buraco vazio em meu coração./É onde você sempre estará".

Após a cremação de Pedro, na última sexta-feira (10), Maneco disse que as cinzas do filho serão espalhadas pelo Central Park, em Nova York, nos EUA. Uma outra parte dos restos mortais de Pedro serão deixadas no cemitério São João Batista, na Zona Sul do Rio, onde estão enterrados os outros dois filhos do autor. Em 1988, Ricardo faleceu por causa de complicações do HIV. Há dois anos, Manoel Carlos Jr. morreu após sofrer um ataque cardíaco.

Sobre
Palavras-chave
Morte Famosos brasileiros
Sobre o mesmo tema
Morte de 3 filhos e da 1ª mulher: aos 91 anos e com doença sem cura, Manoel Carlos viveu drama 'de novela' na vida pessoal
Morte de 3 filhos e da 1ª mulher: aos 91 anos e com doença sem cura, Manoel Carlos viveu drama 'de novela' na vida pessoal
2 de maio de 2024
'Nunca me ensinaram a ser uma it girl': Alice Wegmann reforça crítica de Babaioff sobre perda de espaço para influencers na TV. Veja desabafo!
'Nunca me ensinaram a ser uma it girl': Alice Wegmann reforça crítica de Babaioff sobre perda de espaço para influencers na TV. Veja desabafo!
9 de julho de 2024
Morte do filho bebê de Zé Vaqueiro, aos 11 meses, comove a web e faz cantor ser consolado: 'Que Deus receba esse anjinho'
Morte do filho bebê de Zé Vaqueiro, aos 11 meses, comove a web e faz cantor ser consolado: 'Que Deus receba esse anjinho'
9 de julho de 2024
Notícias similares
Últimas Notícias
Últimas Notícias