Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Sertanejo
Últimos Web Stories
Carnaval
Namoro
Instagram dos famosos
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Um Lugar ao Sol
Novela Quanto Mais Vida, Melhor
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Verdades Secretas
Novela Verdades Secretas II
Novela Carinha de Anjo
Novela Pantanal
Novela Além da Ilusão
Novela Reis
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 13
BBB 22
Masterchef Brasil
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Power Couple Brasil
Mais Você
Encontro com Fátima
Séries
Casamento às Cegas Brasil
Round 6
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Camila Queiroz
Andressa Suita
Cleo
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Paolla Oliveira
BBB 22
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Verão 2022

Essas 14 fotos provam que a diversidade está em alta nas semanas de moda gringas

Diversidade nas passarelas: grifes internacionais incluem mulheres gordas, trans e grávidas em seus desfiles para primavera/verão
14 fotos
Veja as fotos!
Diversidade nas passarelas: grifes internacionais incluem mulheres gordas, trans e grávidas em seus desfiles para primavera/verão
Corpo com curvas, cabelo grisalho, cachos e crespos... A diversidade nunca esteve tão em alta nas semanas de moda internacionais. Seja em Nova York, Londres ou Milão, uma coisa é certa: mulheres gordas, trans e maduras prometem conquistar as passarelas de vez. Grifes como Tommy Hilfiger e Chromat deram aula de empoderamento ao provar que a moda é para todas.

A moda dos corpos esquálidos nas passarelas estão com os dias contados. Não é de agora que as grifes abrem espaço para a diversidade nos seus desfiles e as semanas de moda de Nova York, Londres e Milão comprovam que essa valorização dos diferentes biótipos, tons de pele, cabelo e idade é um caminho sem volta. Muitas tendências já foram lançadas quando o assunto é look para as próximas estações, mas o resultado dessa mistura parece ser uma moda mais inclusiva e representativa, que se adapta aos novos mercados sem deixar de empoderar mulheres pelo caminho.

Todos os tipos de corpo são bem-vindos!

Não, você não precisa vestir manequim 36 para ter um "corpo de modelo". Lançando trends para makes de verão, grifes como Tommy Hilfiger, Chromat e Christian Siriano também brilharam ao levar mulheres gordas às passarelas da cidade de Nova York, provando que o padrão magro já ficou para trás no mundo da moda - e que roupas de alta-costura podem vestir qualquer tipo ou formato de corpo com a mesma facilidade, elegância e beleza. A Chromat, inclusive, inovou ao incluir uma mulher grávida no casting do seu desfile em comemoração aos dez anos da marca.

Mulheres mais velhas nas passarelas

Studio 189, Christian Siriano e Richard Malone foram algumas das marcas responsáveis por levar mulheres maduras às semanas de moda internacionais. As grifes norte-americana e britânica mostraram que as principais tendências do momento - como mangas bufantes, cintos largos e delineado colorido - podem ser usadas por quem quiser, independente de idade ou corpo. No caso da pele madura, o principal cuidado recomendado por especialistas é evitar produtos de alta cobertura para não pesar linhas de expressão e valorizar a beleza de cada mulher.

Cabelos cacheados, crespos e curtos

Cada vez mais, as mulheres têm abandonado os procedimentos químicos e assumido a curvatura natural dos fios. Não poderia ser diferente nas passarelas internacionais. Cabelos cacheados, crespos e mais curtos - em oposição aos lisos e longos característicos de temporadas passadas - foram valorizados nos desfiles de Victoria Beckham, Chromat e Studio 189.

Quanto mais diverso, melhor!

Mulheres trans, albinas, com vitiligo e de diferentes etnias desfilaram pelas passarelas de Nova York, Londres e Milão. É que grifes como Chromat, Tommy Hilfiger, Studio 189, Moschino e Etro fizeram questão de incluir um casting mais diverso aos seus desfiles de primavera/verão. A decisão das marcas parece seguir uma tendência já colocada em prática pela Fenty no ano passado: empoderar diferentes tipos de mulheres ao fazê-las ocupar espaços de destaque, aumentado a representatividade no mundo da moda.

(Por Bruna Vilar)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.