Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Gênesis
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
BBB21
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Genival Lacerda morre vítima de Covid após mais de 1 mês internado: 'Ícone do forró'

Genival Lacerda, compositor e cantor de clássicos como 'Severina Xique Xique' morreu vítima de Covid-19 nesta quinta-feira (7), aos 89 anos. Artista tinha mais de 60 anos de carreira e foi conhecido como 'Rei da Munganga'

Genival Lacerda morreu aos 89 anos após passar mais de um mês internado em decorrência da Covid-19, no Real Hospital Português, em Recife (Pernambuco). O falecimento do cantor de "Severina Xique Xique" foi anunciado pelo filho dele, Genival Lacerda Filho, nesta quinta-feira (7). "Painho faleceu", escreveu em rede social. O paraibano passou o período de internação em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos. Em 2020, Nicette Bruno, que faria aniversário neste dia, também perdeu a luta contra o coronavírus, assim como Eduardo Galvão, e Paulinho, um dos vocalistas do Roupa Nova.

Também na web, João Lacerda, outro filho de Genival, deu adeus ao pai. "Hoje perdi um dos maiores amigos de minha vida, amigo da música, de ensinamentos, amigo que na hora de brigar, sempre brigava e minutos depois nem lembrava que brigava, porque não guardava mágoa de ninguém", iniciou. "Meu Anjo da guarda, minha Luz, minha vida, hoje ele fez sua última viagem para ficar ao lado do Senhor Deus. Ainda ontem lembro-me de seu sorriso, de apertar sua mão! Agora terei de aprender a viver com sua imagem, e lembranças de um bom pai. Vai na paz meu pai, sempre te amarei, teu João Lacerda", finalizou.

Famosos e fãs lamentaram a morte de Genival Lacerda

Logo após a confirmação do falecimento, anônimos e famosos. Um admirador compartilhou foto com o cantor: "Luto". "Obrigado por suas alegrias, pelas viagens juntos, foram poucas, mas deu para perceber a pessoa que o senhor era", completou um parceiro de palco. "Um dos mais importantes cantores de forró do País. Milhões de brasileiros dançaram e se divertiram com a sua música e a sua irreverência. Meus sentimentos à família e amigos", exaltou outro fã. "O ícone do forró. Que pena!", lamentou Sonia Abrão.

Recorde a carreira de Genival Lacerda

Paraibano de Campina Grande, o cantor nasceu em 5 de abril de 1931 e se mudou para Pernambuco nos anos 1950. O primeiro disco foi gravado em 1955. O grande sucesso, "Severina Xique Xique" só viria a ser gravado 20 anos depois. Composição sua e de João Gonçalves, o disco gravou 800 mil cópias. Na sequência, Genival acumulou outros hits como "De Quem é Esse Jegue?" e "Sanfoneiro Alagoano", além de "Mate o Véio, Mate".

Conhecido como "Rei da Munganga", o artista fez parcerias com Sivuca e Dominguinhos - morto em 2013 - gravando mais de 40 discos. Em 2000, lançou um CD para comemorar meio século de carreira. Já em 2008 teve sua trajetória contada no documentário "É Tudo Verdade - O Rei da Munganga".

(por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.