Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Mar do Sertão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
Novela Será Isso Amor?
Novelas Mexicanas
Novelas Turcas
TV
A Fazenda 2022
Ilha Record
Masterchef Brasil
BBB 23
Reality Show
De Férias com o Ex
Casamento às Cegas
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro
Séries
Pacto Brutal
Filme 365 Dias
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Viviane Araujo
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Últimas Notícias

Preta Gil, Gleici Damasceno e mais famosos reagem à morte de grávida em confronto no Rio

Preta Gil, Gleici Damasceno e mais famosos reagem à morte de grávida em confronto no Rio
Um confronto entre policiais e traficantes provocou a morte de Kathlen de Oliveira Romeu, que estava grávida. Nas redes, famosos protestaram. 'Destruída pelas atrocidades da violência', afirmou Jennifer Nascimento

Vários famosos reagiram à morte de Kathlen de Oliveira Romeu. A decoradora de 24 anos estava grávida e foi baleada na cabeça em confronto da PM com traficantes em acesso à comunidade Lins do Vasconcelos, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Kathlen chegou já sem vida a um hospital, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. A morte da decoradora ocorreu um mês após ação policial na comunidade do Jacarezinho, também no Rio, que resultou em quase 30 óbitos.

Gleici Damasceno lamentou a morte de Kathlen: "Dor, tristeza, desolação...". Preta Gil afirmou não ter conseguido postar uma foto da decoradora e questionou: "Até quando vamos aguentar isso?". Jeniffer Nascimento lembrou que era seguida pela gestante e lembrou que a jovem teve sua família "destruída pelas atrocidades da violência". A morte de Kathlen lembra ainda a morte do menino João Pedro em 2020 também no Rio.

Taís Araujo também se posicionou e pediu justiça para a jovem. "As vidas de jovens pretos estão sendo constantemente interrompidas", escreveu a atriz. Marcos Veras fez um desabafo e apontou racismo. "Operações desastradas, desastrosas, tiros a esmo. Bala para tudo que é lado. Por todos os lados. Morre policial, morre inocente, morre criança, morre trabalhador e geralmente são negros. E a narrativa 'foi um caso isolado' se repete há pelo menos 41 anos. Minha idade. É uma tristeza diária. É racismo", escreveu ao compartilhar foto de ensaio de gravidez da decoradora.

Thelma Assis protesta contra morte de grávida: 'Genocídio'

Alvo de ataques na web e uma das famosas a protestar contra a morte do menino Miguel, que caiu de um prédio no Recife, Thelma Assis falou em "genocídio". "São tantas famílias dilaceradas, vidas ceifadas. Até quando?", questionou. Silvero Pereira classificou a ação da polícia de "irresponsável", e Cris Vianna perguntou: "quantos de nós ainda teremos que morrer para que a justiça da Terra desperte desse sono covarde e venha ao nosso socorro?".

"Até quando morar no Brasil será uma sentença de morte para os nossos?", indagou Maria Casadevall . "Mulher, preta, periférica e grávida. É mais um corpo preto que eles matam. Até quando isso vai continuar!?", postou Samara Felippo. "Uma notícia que se repete com tanta frequência que dá náusea. Inocentes. Pretos. Mortos. Operação policial. O Estado brasileiro não está em guerra contra as drogas. Está, desde sua formação, servindo ao extermínio da população preta e periférica. Não dá mais pra fingir que não", bradou Ícaro Silva.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.