Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Êta Mundo Bom!
Novela Novo Mundo
Novela Fina Estampa
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Blackout Tuesday: veja famosos que aderiram ao movimento antirracista

Compartilhe no Facebook
Neymar, Iza, Preta Gil, Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine foram alguns dos famosos que aderiram ao movimento antirracista Blackout Tuesday. A ideia é publicar uma foto preta no Instagram com a hashtag em forma de um protesto silencioso pela vida! 'É inacreditável ainda termos que protestar e gritar que vidas negras importam', desabafou Iza. Veja!

Bruna Marquezine, Sophia Valverde, Eliana, Nego do Borel, Neymar e muitos outros famosos se uniram em uma corrente contra o racismo. Neste terça-feira (02), vários artistas estão compartilhando fotos em preto no perfil do Instagram junto com a hashtag "Blackout Tuesday". Isto faz parte de um protesto silencioso contra a desigualdade racial, em resposta aos últimos casos de racismo que repercutiram na mídia brasileira e internacional, como a morte do menino de 14 anos, João Pedro. "A intenção é justamente calar, ouvir e ampliar a voz de quem realmente tem lugar de fala", disparou a atriz Bruna Marquezine ao se posicionar em publicação.

Giovanna Ewbank relembra vítimas de racismo: 'Lutar'

Giovanna Ewbank relembrou algumas vítimas do preconceito racial. "Assistimos diariamente a violação da vida, do respeito, da dignidade humana. Um pai de família é estrangulado à luz do dia. Um casal é arrancado de seu carro e preso sem motivos. Um menino é fuzilado dentro de casa e seu corpo sequestrado. Um repórter é algemado ao vivo. Em comum a cor da pele e a ação violenta do Estado. As câmeras registram o racismo nosso de cada dia. (...) O antifascismo é o que nos une. Lutar contra a opressão, contra o autoritarismo, contra o racismo, contra a política da morte é a nossa força. Acima de tudo, a vida", destacou.

Preta Gil pede justiça e se posiciona: 'Racismo estrutural'

Preta Gil também se posicionou contra o racismo e fez um apelo. "Não podemos assistir a isso tudo calados, está errado!!! A escalada fascista cresce a olhos vistos de todos e o racismo estrutural vem sendo filmado e exposto para quem insiste em nega-lo!!! A hora de nos unirmos e agora, estamos do lado certo da luta e isso é libertador", pediu a cantora.

Marina Ruy Barbosa faz reflexão: 'Dar mais voz, apoiar, escutar...'

Marina Ruy Barbosa fez um apelo para os internautas em defesa do racismo. "Dias de muita reflexão, procurando entender como dar mais voz, apoiar, escutar, escutar, escutar, aprender, aprender e agir. Dando um passo de cada vez nessa caminhada de aprendizado, quero compartilhar com vocês alguns perfis que me ensinam e precisam ter suas vozes amplificadas - hoje e sempre. Compartilhem aqui nos comentários perfis que te ensinam também. Não precisa ser negro para lutar contra o racismo. Só precisa ser -humano-", avisou.

Ludmilla, Brunna Gonçalves e mais famosos se somam ao protesto

Ludmilla, Iza, Maisa Silva, Bruno Gagliasso, Sabrina Sato, Deborah Secco, Malvino Salvador, Lexa e Alexandre Pato foram alguns nos famosos que participaram do protesto em prol da vida. "Parem de nos matar", pediu Brunna Gonçalves. Assim como ela, Eliana também se posicionou: "Martin Luther King nos ensinou que o silêncio é uma maneira de ignorar a opressão vivida pelas pessoas negras. Penso que é fundamental, a partir do nosso lugar de fala, compreendermos como o racismo funciona e impacta a vida da população negra para que possamos enfrentar esse sistema tão danoso".

(Por Ana Clara Xavier)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.