Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos Web Stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Império
Novela A Vida da Gente
Novela Gênesis
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela A Viagem
Resumo de novelas
TV
Power Couple
BBB21
Domingão do Faustão
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliette
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Dieta

Evite manchas no verão! Especialista revela melhor protetor para precaver marcas

Quem não gosta de pegar sol durante o verão e garantir aquela marquinha de biquíni? Apesar disso, é importante saber como fazer essa exposição de forma saudável para não ter que lidar com consequências negativas para pele. Em entrevista para o Purepeople, a dermatologista Mariana Marteleto esclarece qual protetor solar mais adequado para evitar manchas no corpo

A exposição solar sem uma proteção feita da maneira correta, ou seja, passando filtro solar na quantidade ideal e da forma recomendada, pode acarretar em manchas ou até mesmo em câncer de pele. Para evitar esses problemas futuramente, é importante conhecer qual é o melhor tipo de bloqueador para evitar essas marcas deixadas pelo sol e não esquecer de proteger áreas como o couro cabeludo. Em entrevista para o Purepeople, a dermatologista Mariana Marteleto tira dúvidas relacionadas ao tema e esclarece quais são os tipos de manchas que podem aparecer com a radiação ultravioleta.

Qual é o melhor tipo de filtro para essa proteção: 'FPS mais alto possível'

Quanto maior e mais demorada for a exposição da pele aos raios solares, pior será as consequências para o maior órgão do corpo humano. "Isso tudo vai afetar no surgimento das manchas, então tem que passar um protetor com fator de proteção solar mais alto possível", aponta a especialista ao acrescentar: "Evite ficar exposto diretamente ao sol e lembre de reaplicar o protetor acada 2 horas." Além disso, bloqueadores que possuem pigmentos podem ser uma ótima alternativa para dificultar o surgimento de marcas: "De preferência, use um protetor solar com cor, porque também auxilia na proteção contra a radiação ultravioleta."

Saiba como aplicar o produto: '30 minutos antes de sair de casa'

Para que o filtro solar funcione da maneira prometida pelo cosmético, é importante aplicá-lo corretamente. "O ideal é sempre passar o protetor 30 minutos antes de sair de casa, porque ele demora esse tempo para agir", informa a profissional ao complementar: "Aplicar uma quantidade adequada do produto em todas a áreas do corpo, porque não adianta se passar uma camada fina. Tem que passar uma camada mais espessa." Além disso, a médica chama a atenção para novos estilos de protetores que acumulam funções. "Alguns protetores contêm fatores antioxidantes junto, como vitamina C e vitamina E, e usar protetor com esse auxilio costuma ser melhor", revela a dermatologista ao afirmar: "Lembrar de reaplicar se suar ou entrar na água, porque isso vai tirar um pouco do protetor da pele."

Tipos de manchas e consequências: 'Alguns tipos não afetam a saúde'

Os raios ultravioletas podem estimular o aparecimento de marcas na pele e isso pode ser perigoso para a saúde do órgão dependendo do diagnóstico. "O sol pode ocasionar as manchas de melasma, mas é preciso ter uma pré-disposição para esse surgimento que são relacionadas com questões hormonais como gravidez e alguns problemas de tireoide", orienta Mariana ao notificar: "Tem as manchas que são as melanoses solares, relacionadas à exposição prolongada que podem surgir depois de anos de exposição, ou seja, é um fator ligado ao fotoenvelhecimento. Esses dois tipos de manchas não afetam a saúde com relação a qualquer repercussão interna." Outro estilo de mancha já é nocivo para a saúde, podendo ser identificada como câncer de pele. "Muitos pacientes consideram, mas melanoma não é considerado uma mancha. Surgem como se fosse um sinalzinho e tem um diagnóstico mais difícil, podendo passar batido até pelos dermatologista", comunica a especialista ao alertar: "Na verdade, é um tipo de câncer de pele e pessoas leigas não vão conseguir diferenciar. Eu sempre sugiro o acompanhamento dermatológico regular uma vez ao ano para recolher."

(Por Fernanda Casagrande)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.