Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 12
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Quatro anos sem Amy Winehouse: relembre a trajetória de sucesso da cantora!

Compartilhe no Facebook
Amy começou oficialmente sua carreira em 2003, com o disco 'Frank'
25 fotos
Iniciar o slideshow
Amy começou oficialmente sua carreira em 2003, com o disco 'Frank'
Uma das vozes mais marcantes do soul e do jazz, há quatro anos Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa em Londres

Amy Winehouse nos deixou há exatos quatro anos. Nascida em Southgate, em Londres, e projetada no resto do mundo, o ícone feminino do jazz e do soul nas últimas duas décadas morreu em 23 de julho de 2011, aos 27 anos, pouco depois de fazer uma turnê no Brasil. Amy começou sua carreira ainda jovem, lançou seu primeiro álbum, "Frank", em 2003, mas só estourou três anos depois, com seu segundo disco "Back to Black", o mais vendido de 2007. Detalhes da sua trajetória são retratadas no documentário que leva o seu nome, com direção do britânico Asif Kapadia.

A cantora emplacou nas paradas e, mesmo com uma vida pessoal conturbada, foi a artista feminina britânica mais premiada em apenas uma edição do Grammy Awards, em sua 50º edição. Apesar de ter se tornado referência com sua voz inconfundível e com um estilo que marcou época, muitas vezes o som de Amy Winehouse foi ofuscado pelas confusões de sua vida particular. Na mesma época em que estourou com o sucesso de "Back to Black", Amy chamou atenção da imprensa estrangeira pela sua brusca perda de peso e mudanças em seu visual. Além disso, o uso execessivo de drogas e as brigas no casamento com o ex-assistente de vídeo, Blake Fielder-Civil, foram muito comentados pelos jornais britânicos.

Artista fez última aparição pública três dias antes de morrer

Sua última turnê foi em 2011, e a última aparição pública de Amy foi em 20 de julho do mesmo ano, quando subiu ao palco para apoiar a sua sobrinha, Dionne Bromfield, que realizava um show em Camden Town, com a banda The Wanted. Três dias depois, foi encontrada morta em sua casa em Londres.

Ainda superando o luto, em 2013 a família da cantora se mudou para o apartamento dela, e não pensa em vender o imóvel. "Uma das coisas que não conseguimos nos desfazer é o apartamento em Camden. Ela amava o flat, onde estamos vivendo agora", contou Mitch Winehouse, pai de Amy. Apesar de os familiares e do público apostarem em overdose de drogas pesadas, a causa da morte foi a ingestão de quantidade excessiva de álcool. No entanto, as análises da autópsia foram investigadas novamente para checar se as informações são corretas.

Referência musical e de estilo, Amy Winehouse deixou um legado

A cantora é citada como referência e inspiração de artistas como o Adele, Bruno Mars, Lady Gaga e Sam Smith. No dia de sua morte, U2, Lady Gaga, Nicki Minaj, Bruno Mars, Rihanna, George Michael, Adele, Kelly Clarkson e Coutney Love fizeram tributos à cantora. Os fãs enlutados também prestaram homenagens, deixando garrafas de bebidas alcoólicas, taças, cigarros e fotos da cantora em frente à sua casa. Sua morte também levou suas obras de volta aos principais rankings em todo o mundo.

Em 2006, Amy Winehouse chamou a atenção pelo corpo frágil, pelas tatuagens, pelo uso abusivo de drogas e também pelo estilo. Com penteado e maquiagens que viraram febre no mundo inteiro, o estilo pin-up da cantora ganhou prateleiras, tutoriais na internet e fotos nos principais veículos de comunicação. Usando principalmente vestidos curtos e colados, com decotes generosos, a cintura marcada e o batom vermelho, Amy conquistou não só o mundo da música como também o mundo da moda.

Sua voz, seu estilo, sua carreira e sua vida pessoal foram retratadas no documentário "Amy", que estreou no Reino Unido no início do mês. Mesmo não estando entre nós, Amy quebrou mais um recorde: o melhor lançamento de documentário britânico da história. Apesar do sucesso, a família da cantora se desassociou da produção, alegando que "o filme é uma oportunidade desperdiçada de celebrar a vida e o talento de Amy, é enganoso e contém algumas inverdades básicas".

(Por Júlia Canedo)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.