Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Éramos Seis
Novela Salve-se Quem Puder
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Mundo Dellas

Globo dispensa Aguinaldo Silva após mais de 40 anos; autor mantém silêncio

Compartilhe no Facebook
Aguinaldo Silva foi ao Twitter falar da sua passagem de ano e desejar felicidades aos seguidores em 2020. Autor, porém, não comentou a dispensa da Globo, onde estava desde o final dos anos 1970. Emissora carioca alega que novelista não tinha previsão de voltar ao ar. Segundo o colunista Daniel Castro, relação de Aguinaldo e Globo ficou estremecida após 'O Sétimo Guardião'

Globo dispensou Aguinaldo Silva após 40 anos de contato e anunciou a decisão nesta quinta-feira (02), em um comunicado. O autor não se manifestou após a emissora divulgar a não renovação do seu contrato. "Sem nova obra prevista, a Globo decidiu não renovar o contrato com o autor Aguinaldo Silva. Ao longo dos mais de 40 anos dessa parceria de sucesso, foram mais de 20 trabalhos em conjunto, entre os quais 'Império', que ganhou o Emmy Internacional de Melhor Novela em 2014", diz a nota. O último trabalho do novelista foi em "O Sétimo Guardião", na qual enfrentou problemas fora dos estúdios por conta do fim do casamento de Débora Nascimento e José Loreto e que acabaram respingando em Marina Ruy Barbosa, protagonista do folhetim. Após "Amor de Mãe", a faixa das nove será ocupada por "Em Seu Lugar", novela de Lícia Manzo com Cauã Reymond vivendo gêmeos. Em seguida, já no fim deste ano, Gloria Perez retoma o horário principal.

Autor enviou votos de feliz ano para seguidores

Um dos profissionais que saiu em defesa de José Mayer na acusação de assédio sexual, o novelista usou sua conta de Twitter para enviar felicidades aos seguidores nesse novo ano. "Ainda não mandei meu abraço e meus melhores votos de Feliz Ano Novo para meus 640 mil seguidores no twitter, mas faço isso agora. Agradeço pelo carinho, pela amizade e, principalmente, pelos comentários de todos, que servem para enriquecer e dar motivação ao que aqui escrevo", digitou. Aguinaldo contou ainda ter passado o réveillon em Estoril onde apostou em um cassino. "Na quarta mão e apesar de ganhar algumas fichas já estava entediado. Parei e fui para casa dormir", relatou.

Aguinaldo não aceitou mudar novela após pedido da Globo

De acordo com o colunista Daniel Castro, a relação Globo-Aguinaldo sofreu desgaste depois que o autor não aceitou alterar os rumos de "O Sétimo Guardião " por sugestão da emissora. Isso ocorreu após grupo de estudos indicar que a trama apresentava um casal protagonista sem química e que a novela era fantasiosa demais para os dias atuais. Ao mesmo tempo, ele precisou contornar em poucas horas a internação e operação de Bruno Gagliasso. A propósito, o ator também deixou a emissora carioca no fim do ano passado.

Saiba mais sobre a carreira de Aguinaldo Silva

Pernambucano de Carpina, o autor antes da fama foi repórter e funcionário de um cartório. Já no Rio de Janeiro, para onde se mudou no começo dos anos 1960, trabalhou no jornal "O Globo". No final da década seguinte, estreou na TV Globo como autor do seriado "Plantão de Polícia". Em seguida, escreveu outros quatro programas até chegar às novelas, em 1984, com "Partido Alto". Dois grandes sucessos vieram ainda na década de 80: "Roque Santeiro" (como coautor, 1985) e "Vale Tudo" (1988). Nos anos 90, destaque para "Fera Ferida" (1993) e "A Indomada" (1997). E nos anos 2000, "Senhora do Destino" (2004) e "Império" (2014, vencedora do Emmy Internacional). Paralelamente, lançou 15 livros e fez o roteiro de cinco filmes, a maioria ao lado dos Trapalhões.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.