Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Êta Mundo Bom!
Novela Novo Mundo
Novela Fina Estampa
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Anderson Silva tenta vaga nas Olimpíadas 2016 após chorar por doping no UFC

Após chorar ao receber a notícia confirmada de doping, Anderson Silva vai tentar uma vaga nos jogos Olímpicos de 2016. Em entrevista coletiva na sede da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (22). Desde os 7 anos se dedicando ao MMA, o atleta disputará a seletiva olímpica, a partir de janeiro do próximo ano e buscar fazer parte da seleção brasileira.

"O taekwondo mudou a minha história. Sempre foi algo que quis fazer (disputar torneio na modalidade), mas nunca houve essa possibilidade por causa dos meus compromissos no UFC", admitiu o lutador e um dos técnicos do "TUF Brasil". No evento, ele foi impedido de responder qualquer pergunta relacionada ao doping no UFC. O, outrora, campeão do octógono foi pego no teste realizado antes do cartel 183, em janeiro de 2015, quando derrotou Nick Dias. O astro das artes marciais foi suspenso provisoriamente pela Comissão Atlética de Nevada (EUA) e espera julgamento que acontecerá em maio. Se condenado, o brasileiro poderá ser suspenso por um período de nove meses a dois anos.

'Desafio que estou disposto a enfrentar e não estou com medo de passar vergonha'

Sem praticar o taekwondo desde os 17 anos, Anderson garantiu que precisa se "reciclar" para competir no mesmo nível dos outros atletas. "Os meus companheiros têm razão, pois parei de treinar quando tinha 17 anos. As dificuldades que vou encontrar hoje são maiores. É um desafio que estou disposto a enfrentar e não estou com medo de passar vergonha", afirmou.

Vale lembrar que o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, destacou como positiva a participação do brasileiro na disputa dos Jogos e minimizou o episódio doping. "Para o taekwondo é uma grande conquista, uma grande importância. É um esporte em desenvolvimento e com um trabalho muito bem feito. Será benéfico. Em relação ao doping, nós defendemos que o doping é uma questão zero, mas no mundo diversos atletas campões olímpicos tiveram em algum momento do passado problema de doping. Ele cumprindo o que for estabelecido pela Comissão de Nevada, estará pronto para competir sem problemas", explicou.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.